Regiões na 1ª semana de bandeira vermelha podem manter aulas presenciais

O Gabinete de Crise do Governo do Rio Grande do Sul definiu uma alteração nas regras a respeito de abertura das escolas e atividades presenciais nas instituições de ensino. Agora, as escolas só devem fechar, ou ficam impossibilitadas de abrir, caso a região ingresse na segunda semana seguida de bandeira vermelha.

Os locais que entraram em bandeira vermelha nessa última segunda-feira (16) podem manter as atividades nas escolas por pelo menos mais uma semana. Já as regiões de Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo foram impedidas de seguir com as aulas presenciais, pois entraram na segunda semana consecutiva na classificação de alto risco.

Porto Alegre, que havia sido previamente enquadrada em bandeira vermelha na última sexta-feira (13), entrou com recurso e retornou à laranja. A capital registra atualmente 57 pessoas positivadas para a Covid-19 em escolas, entre professores, alunos e funcionários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *