Revitalização da Praça da Matriz, na capital, deve ficar pronta em 2021

Aguardada desde 2014, a prefeitura de Porto Alegre anunciou a revitalização da Praça Marechal Deodoro, aqui de Porto Alegre, mais conhecida como a Praça da Matriz. As obras devem começar na próxima semana e a estimativa é de que sejam concluídas em oito meses.

Nos mais de 6 mil metros quadrados serão restaurados o mobiliário urbano como bancos, a pavimentação, as redes de energia elétrica e as 15 luminárias históricas. A Praça da Matriz também vai receber mais pontos de luz e um novo projeto paisagístico.

“Eu considero dentro de outros projetos que foram feitos pela Secretaria da Cultura, um projeto relativamente simples. Não tem previsto grandes transformações na praça, mas ela realmente estava precisando de uma injeção de vida nova”, disse o arquiteto Luiz Merino.

O investimento de R$ 2 milhões e 500 mil vem de recursos do Programa do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. A verba está disponível há sete anos, e as obras poderiam ter começado ainda em 2014. Na época, uma empresa chegou a ser escolhida, mas, sem garantias financeiras, não assinou o contrato.

A Praça da Matriz assistiu de camarote à evolução de Porto Alegre. Desde o ajardinamento com a plantação de 20 mudas de oliveira trazidas de Portugal. Além da sede dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do estado. Ela é cercada pela Catedral Metropolitana e pelo Theatro São Pedro. A perspectiva de renovação do espaço continua.

“A Praça da Matriz tem muito uso, é muito usada pela população toda, crianças, skatistas, muita gente circula por ali, e também é um dos cartões postais da cidade”, relatou o arquiteto.

Em nota, a Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre esclareceu que os recursos foram liberados em 2013, mas os projetos, que eram de 2005, tiveram de ser atualizados e aprovados no Instituto do Patrimônio Artístico e Histórico Nacional e pela Caixa Econômica Federal. A decisão então, foi executar primeiro a obra do Monumento a Júlio de Castilhos e em seguida, revisar o projeto e orçamento da Praça da Matriz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *