Rio Grande do Sul tem aumento nas tentativas de feminicídio e queda no roubo de veículo

O Rio Grande do Sul teve diminuições recordes nos indicadores criminais no mês de setembro. O balanço foi divulgado nessa última terça-feira (13) pela Secretaria de Segurança Pública. Mas um dado que vai na contramão dessas quedas e causa preocupação é o aumento nas tentativas de feminicídio.

As tentativas de feminicídio mais que dobraram, passando de 14 para 30, um aumento de 114,3%. Porém, os casos concretos de feminicídio tiveram uma redução de 14%. Foram seis vítimas em setembro deste ano e sete no mesmo período do ano passado, repetindo o número de 2014, a menor marca já registrada. Os homicídios também tiveram queda histórica de 18,3%.

“Nós tivemos uma redução que superou 18%, comparativamente com setembro do ano passado, nós tivemos 23 homicídios a menos neste ano de 2020”, revelou o vice-governador do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Júnior.

Pela primeira vez desde o início da contabilização em 2002, o número de roubo de veículos ficou abaixo dos 500 no mês, 496 registros foram feitos, 39,8% a menos do que no mesmo período de 2019, com 824. Também tiveram queda os números de ataques a banco e roubo a transporte coletivo.

O vice-governador destaca que os registros são dos 23 municípios com maior indicador de criminalidade, que tiveram quedas mensais na maior parte dos crimes analisados. “Até mesmo pela representatividade desses 23 municípios, eles somados é o que valem a 72.9% dos crimes violentos no estado”, disse Vieira Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *