Solidariedade: RS recebe primeiros pacientes de Rondônia com Covid-19

Na madrugada desta última quarta-feira (27) o Rio Grande do Sul recebeu os primeiros pacientes com Covid-19 vindos de Rondônia. O ato de solidariedade é para aliviar a situação hospitalar caótica instaurada no norte do país.

Pouco antes das duas horas da manhã, o avião da Força Aérea Brasileira pousou no Aeroporto Salgado Filho. Os primeiros pacientes de Rondônia com Covid-19 desembarcaram e foram direto para ambulâncias, que estavam posicionadas a espera dos infectados. São nove pacientes entre 49 e 71 anos que estavam em leitos clínicos e, por enquanto, não precisam de tratamento intensivo. A previsão inicial do governo gaúcho era receber 15 pacientes, mas seis tiveram piora no estado de saúde ou não embarcaram por motivos pessoais. A Secretaria da Saúde já tinha mobilizado hospitais para atender a demanda.

“Nós adotamos dois critérios: hospitais que estivessem muito próximos do Aeroporto Salgado Filho ou seja, questão de distância e hospitais que são públicos e hospitais que tem também recebido um aporte importante do Ministério da Saúde”, explicou a Secretária da Saúde, Arita Bergmann.

O Hospital Nossa Senhora da Conceição é um dos mais próximos do aeroporto da capital, além de ser federal e ter atendimento exclusivo SUS. Nele estão cinco dos nove pacientes com Covid-19 que vieram do Rondônia. Eles estão isolados em um espaço de leitos clínicos até que os médicos detectem a cepa que está infectando cada um.

Uma mutação da Covid-19, mais contagiosa, já foi registrada em estados do norte do país. Enquanto não for descartada essa nova variante do vírus nos pacientes de Rondônia, eles seguem isolados.

“Nós temos leitos vagos no hospital, as nossas enfermarias Covid estão com 50% de ocupação apenas, e eventualmente se houver necessidade nós teremos leitos de UTI também. Há condições sim, da gente acomodar e administrar essa situação”, afirmou o Diretor-técnico do GHC, Francisco Paz.

O Hospital de Clínicas recebeu os outros quatro pacientes vindos de Rondônia na última madrugada. A estimativa da Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul é receber mais 20 pessoas entre quinta (28) e sexta-feira (29). Segundo a pasta, o estado tem capacidade para receber até 50 pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *