Com show de Maicon, Grêmio goleia e embala antes do Grenal

Com show de Maicon, Grêmio goleia e embala antes do Grenal

Quem achou que o Grêmio iria diminuir a intensidade após marcar 5 vezes na Libertadores, se enganou. Os quase 28 mil torcedores presentes na Arena acompanharam, na noite deste domingo (06), mais uma exibição de gala do time tricolor, e que teve, mais uma vez, meia dezena de gols no marcador. Maicon, em dois golaços, Everton, André e Arthur marcaram para os mandantes, em Porto Alegre.

 

Primeiro tempo

Renato Portaluppi entrou em campo com a equipe considerada ideal para a equipe. Marcelo Grohe, Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez formaram o sistema defensivo. Maicon, Arthur, Ramiro, Everton e Luan compuseram o meio, enquanto André foi escalado no comando do ataque. O time considerado titular. Logo no começo da partida o Grêmio mostrou que iria tomar conta da posse de bola e ficar atacando o adversário até que ele cambaleasse.

Não demorou muito. Enquanto tentava com toques curtos e profundidade, o capitão Maicon, de fora da área, acertou um belo chute no ângulo do goleiro Vanderlei. Estava aberto o placar. Menos de um minuto depois, em um contra-ataque, Jean chutou a bola resvalou no zagueiro Kannemann e entrou no canto do gol de Marcelo Grohe. O empate, aos 33′ de jogo, era injusto pelo que apresentava o time de Renato. Um pouco antes de terminar o primeiro tempo, com rápidos toques de bola, no melhor estilo Grêmio, Everton apareceu dentro da área, tirou de dois marcadores e chutou no canto inverso do goleiro do Santos e ampliou o marcador para o time da casa. Com 2 a 1 ao seu favor, e sem tempo para mais nada, a primeira etapa terminou.

Segundo tempo

Muitos esperavam que o Grêmio fosse tirar o pé. Qualquer time em véspera de jogo classificatório para a próxima fase da Copa do Brasil e com um clássico no próximo final de semana, faria isso. Não este Grêmio. A equipe voltou ligada  e focada em buscar o terceiro gol. Que depois de várias chances, saiu em uma cobrança de falta de Maicon, que, novamente com perfeição, marcou de fora da área apontando assim os 3 a 1.

Terminou? Não. Bem que o Santos de Jair ventura queria. Tonto, e sem saber o que  fazer para marcar o Grêmio que estava dando um show,  sofreu o quarto gol em uma bela jogada que culminou em uma assistência de Luan para André, que fechou no segundo poste e empurrou para o marcar o quarto gol tricolor. Antes do relógio parar, Arthur que fez uma partida magnifica, chutou forte de fora da área e no cantinho de Vanderlei e fez o quinto. Foi a maior goleada da história do confronto entre Grêmio e Santos. Um pouco antes do apito fnal, Ramiro levou o terceiro cartão amarelo e fica de fora do clássico Grenal do próximo sábado.