Vendas no varejo aumentam 2,3%

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), as vendas do comércio varejista brasileiro registraram alta de 2,3% no ano passado – a maior alta do indicador em cinco anos. Apesar do crescimento no acumulado no ano, as vendas perderam fôlego no segundo semestre, por causa da alta do dólar, incertezas diante do período eleitoral e recuperação da greve dos caminhoneiros.

Em dezembro de 2018, o comércio varejista nacional caiu 2,2% frente a novembro, na série com ajuste sazonal, descontando grande parte do avanço de 3,1% registrado no mês anterior. Em relação a dezembro de 2017, o volume de vendas cresceu 0,6%. Foi o pior resultado mensal desde janeiro de 2016, quando o volume de vendas do comércio varejista caiu 2,5%. A análise é de Isabella Nunes, gerente da pesquisa do IBGE.

A pesquisadora do IBGE ponderou que o forte resultado negativo de dezembro ocorreu por causa da base de comparação. Em novembro, o comércio avançou 3,1% – a maior taxa mensal de toda a série histórica da pesquisa. “Essa taxa de dezembro foi impulsionada fortemente pelas promoções da Black Friday, que fizeram novembro ter um resultado muito elevado”, explicou.
“Ano após ano, os patamares de novembro e dezembro vêm se aproximando. Isso fica mais evidente quanto a gente observa individualmente as atividades do comércio. As vendas de outros artigos de uso doméstico e pessoal, móveis e eletrodomésticos são as que mais crescem em novembro desde o início desta promoção anual”, destacou.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *