Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

loader

A partir deste sábado, acaba no Rio Grande do Sul o limite de pessoas em ambientes abertos ou fechados

O fim do limite de pessoas em ambientes abertos e fechados está entre as medidas de afrouxamento de protocolos sanitários de combate ao coronavírus que constarão em decreto estadual a ser publicado pelo governo gaúcho na edição desta sexta-feira (19) do Diário Oficial. As novas regras entrarão em vigor na primeira hora do sábado.

Parte das novas regras foram antecipadas na quarta-feira, por meio do site oficial estado.rs.gov.br e de reunião com integrantes do primeiro escalão do Palácio Piratini com empresários, dirigentes de entidades e representantes da área da saúde, dentre outros segmentos.

A justificativa apresentada pelo Executivo para flexibilizar as regras é a estabilização ou mesmo a melhoria de indicadores relativos à pandemia no Rio Grande do Sul. Confira, a seguir, algumas das principais mudanças já detalhadas.

O que vem por aí

– Fica retirado o teto de ocupação dos locais, tanto abertos como fechados, bem como a previsão de multas para descumprimento.

– O comprovante vacinal continuará obrigatório em atividades de maior risco ou aglomeração, como competições esportivas, festas e casas noturnas, cinemas, teatros, shows e demais ambientes de espetáculo, feiras, exposições e congressos, parques de diversão, temáticos, aquáticos e de aventura, jardins botânicos e zoológicos, além de outros atrativos turísticos. Para as demais atividades, passará a ser uma recomendação.

– Municípios em que 90% da população adulta esteja com o esquema vacinal completo ficam autorizados a adotar esse protocolo como recomendação (e não exigência) para todas as atividades, incluindo as de maior risco. No entendimento do Gabinete de Crise, esse índice proporciona maior segurança quanto ao risco de contágio.

“A partir dessa determinação, a abordagem com relação ao combate à pandemia de coronavírus passa a priorizar a responsabilidade de cada pessoa pela proteção individual e coletiva”, ressaltou o Palácio Piratini.

– O sistema “3As” de Monitoramento será mantido, com acompanhamento constante dos indicadores da covid para que, caso necessário, sejam emitidos “Avisos” ou “Alertas” às regiões. Para uma eventual piora de indicadores, o governo gaúcho mantém a prerrogativa de adoção de medidas adicionais, como a retomada de restrições.

– Usar máscara bem ajustada e cobrindo boca e nariz, principalmente em locais fechados ou com maior número de pessoas, continuará sendo obrigatório, inclusive por meio de lei federal.

– O mesmo valerá quanto a manter e garantir o isolamento domiciliar de pessoas e seus contactantes com suspeita de covid até acesso à testagem adequada e, em caso de confirmação, evitar a realização de atividades fora de casa.

– Também permanecerá a exigência de disponibilização de água e sabão ou álcool-gel 70% para público e trabalhadores, para limpeza frequente das mãos.

– Recomenda-se, de forma não obrigatória, manter distância segura de no mínimo 1 metro (um braço estendido) em relação a outras pessoas que não fazem parte do convívio diário.

– Igualmente se sugere priorizar a realização de atividades em locais abertos ou garantir a renovação natural do ar, com portas e janelas bem abertas ou sistema de circulação de ar.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Eclipse lunar parcial mais longo em 580 anos vai ser visto do Brasil nesta sexta
Cais Embarcadero é inaugurado oficialmente na zona portuária de Porto Alegre
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play