Domingo, 21 de julho de 2024

Adversários históricos, Lula e FHC se reuniram nessa segunda: relembre a relação entre eles

Dois nomes importantes da política nacional e tradicionais adversários políticos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso se encontraram, nessa segunda-feira (24), durante visita do petista a São Paulo.

Fernando Henrique recebeu Lula na residência onde mora, na capital paulista. Antes do encontro com o atual chefe do Planalto, o tucano se reuniu com economistas que participaram da elaboração do Plano Real.

Apesar de integrarem espectros opostos da política nas últimas décadas, os dois encontraram um ponto em comum na corrida presidencial de 2022, quando FHC declarou apoio ao petista no segundo turno da disputa contra o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Na ocasião, FHC defendeu que a decisão se deu em razão de “uma história de luta pela democracia e inclusão social” do candidato petista, que concorria para o atual terceiro mandato.

FHC e Lula se conheceram na década de 1970 e, apesar das divergências políticas e dos partidos distintos — Lula fundou o PT, enquanto FHC estava no MDB depois migrou para o PSDB —, eles sempre estiveram juntos nos momentos considerados críticos para o País.

Relembre a relação dos políticos:

1973

Lula e Fernando Henrique Cardoso se conhecem no Cebrap (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento), um centro de política fundado por FHC depois que ele voltou do exílio, no Chile.

1978

Como líder sindical dos metalúrgicos, na região do ABC Paulista, Lula apoia a candidatura de Fernando Henrique ao Senado Federal;

1985

Os dois sobem juntos em palanques e apoiam o movimento Diretas Já, manifestação popular pela retomada de eleições diretas para presidente da República, durante a ditadura militar.

1989

Fernando Henrique apoia Lula na candidatura dele à Presidência e chega a subir em palanques com o petista.

1994

Os dois se tornam adversários nas urnas pela primeira vez. Na disputa das eleições presidenciais do país, FHC ganhou no primeiro turno, com 55% dos votos contra 40% de Lula.

1994

O governo efetiva a implementação do Plano Real e Lula apresenta críticas ao projeto. Segundo o petista, a proposta para controlar a inflação de quatro dígitos na época “não era um sonho, e sim um pesadelo”.

1998

Os dois voltam a se enfrentar nas urnas para eleição presidencial e Fernando Henrique levou a melhor novamente, reeleito no primeiro turno após conquistar 53% dos votos ante 32% do petista.

2003

Após a primeira eleição de Lula, em 2002, Fernando Henrique passou a faixa presidencial do país para o sucessor, que assumiu o Planalto para o primeiro mandato.

2006

Estoura o Mensalão, primeiro grande escândalo do governo do PT. Fernando Henrique fez muitas críticas ao próprio Lula, época em que ocorre um afastamento mais crítico entre os políticos. O antecessor do petista também se ressente por achar que Lula não defende a herança do governo dele. Este é um período de muitos embates e divergências entre os dois. A relação fica desgastada pelos anos seguintes.

2022

Nas eleições presidenciais em que Lula volta a disputar a cadeira da Presidência, Fernando Henrique decide se manifestar publicamente e declara apoio a ele no segundo turno das eleições contra Jair Bolsonaro (PL).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Ministro e deputado do PT discutem em reunião na liderança do governo; entenda
Governo Lula paga R$ 7 bilhões herdades do orçamento secreto de Bolsonaro
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play