Sábado, 13 de julho de 2024

Anvisa determina intervalo para doação de sangue após infecção por dengue

As pessoas que tomaram a vacina da dengue ou tiveram a doença devem aguardar pelo menos 30 dias para doarem sangue. Para quem teve dengue hemorrágica, esse prazo aumenta para 180 dias após a recuperação total.

As orientações estão em uma nota técnica divulgada nesta terça-feira (5) pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O documento também recomenda às pessoas que tiveram contato sexual com quem contraiu a dengue a aguardarem 30 dias para doar sangue.

Veja todas as recomendações:

– Pessoas que tiveram dengue comum devem aguardar 30 dias após a recuperação completa.

– Pessoas que tiveram dengue hemorrágica devem aguardar 180 dias após a recuperação completa.

– Pessoas que tiveram contato sexual com parceiros que contraíram dengue nos últimos 30 dias devem aguardar 30 dias após a última relação.

– Pessoas que tomaram a vacina para dengue devem aguardar 30 dias após a vacinação.

De acordo com a Anvisa, evidências mostram que há risco de transmissão do vírus da dengue por transfusão sanguínea (cerca de 38% de taxa de transmissão). Diante disso, os serviços de hemoterapia devem orientar os doadores sobre procedimentos em caso de contaminação pós-doação.

Nesse caso, a pessoa deve informar o hemocentro imediatamente, sobretudo se apresentar sintomas como febre ou diarreia até 14 dias após a doação. A informação é necessária para que os serviços possam resgatar eventuais  hemocomponentes em estoque e acompanhar os receptores do material.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Governo gaúcho repassará R$ 13,8 milhões aos municípios para o combate à dengue
Ex-presidente do Inter Vitorio Piffero e ex-dirigente Pedro Affatato são condenados à prisão
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play