Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

loader

Associação Brasileira do Trabalho Temporário prevê a criação de 565 mil oportunidades no último trimestre deste ano; Black Friday, Natal e Réveillon aquecem vários ramos do mercado

; há 7,5 mil de oportunidades abertas

Para quem busca recolocação profissional, as vagas temporárias podem ser uma oportunidade
Reprodução

Mais artigos de Letícia Moura
Letícia Moura
leticia.moura@odia.com.br
Publicado 14/11/2021 07:00 | Atualizado 14/11/2021 08:31
Rio – As vagas temporárias para fim de ano podem representar uma oportunidade para os brasileiros que desejam retornar ou entrar no mercado de trabalho. A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) prevê a criação de 565 mil oportunidades no último trimestre deste ano. Para te ajudar a conquistar um serviço temporário, O DIA conversou com especialistas que deram dicas de como se preparar para a época. Confira também mais de 7,5 mil chances de emprego.
Alexander Costa, especialista em Desenvolvimento Humano e Gestão de Pessoas do Grupo Gestão GMA, indica que, para conseguir uma vaga temporária, o interessado deve buscar os segmentos com maior procura em datas comemorativas. “Neste período do ano, uma boa chance de conseguir esta vaga temporária é buscar nas lojas de shopping. Como também buscar no segmento de lojas de varejo, pois não dependem exatamente de períodos comemorativos”, recomenda.
Com Black Friday, Natal e Réveillon, o fim do ano movimenta e aquece diversos segmentos. O empresário e especialista em empreendedorismo, João Diniz, afirma que a melhor maneira de conseguir uma vaga temporária é analisar o mercado que se conecta com as suas habilidades profissionais e seu perfil pessoal. “Essa é a oportunidade perfeita para buscar uma vaga temporária e mostrar um belo desempenho para ser efetivado em seguida”, opina Diniz, que tem uma plataforma de empregos: https://joaodiniz.com/empregos-ja/.
Continua após a publicidade

Como turbinar o currículo
O currículo pode ser o primeiro contato com o recrutador, sendo a porta de entrada para o processo seletivo. Sendo assim, o candidato não pode esquecer informações básicas como nome, telefone, e-mail, experiência profissional (caso tenha) e formação acadêmica, por exemplo.
Diniz aconselha avaliar a empresa e o cargo pretendido para que, assim, você possa exaltar as características e as experiências profissionais que tenham mais conectividade com ela. “É importante ser sempre muito honesto com relação às informações, porém dando ênfase nas que mais podem ser aproveitadas na sua função”, esclarece o empresário.
O especialista em Desenvolvimento Humano Alexandre Costa reforça que deve haver coerência no que está escrito no currículo com o que o candidato fala na hora da entrevista. Então, segundo ele, “potencializar” o texto pode ser apenas dizer a verdade sendo coerente com os fatos. “No mais, turbinar será colocar todas as qualificações e não esquecer de incluir referências de experiências anteriores adequadas às vagas na qual está se candidatando”, afirma.
Quais erros evitar na entrevista?
Alguns erros durante a entrevista podem eliminar as chances de contratação. Na avaliação de Costa, deve-se evitar falar mal das empresas anteriores, assim como não ser coerente com o que está escrito em seu currículo. Isso porque as empresas têm vários canais para consultar a veracidade das informações dos candidatos. “Ao falar mal de alguma organização anterior, coloca a empresa atual em alerta no que diz respeito ao perfil do entrevistado”.
Além disso, Costa orienta que o postulante à vaga deve evitar colocar limites como horários e ambientes, “, ainda mais para as vagas temporárias que geralmente são abertas quando o volume de trabalho da empresa está alto”. E completa: “Esteja apresentável de acordo com a vaga e claro, seja pontual”.
O empresário João Diniz pontua os equívocos que o profissional deve fugir na entrevista: “Roupas e vocabulário muito informais, atrasos, currículos muito extensos, excesso de intimidade, falta de conhecimento da empresa e da função que o candidato busca ser contratado e informações que não sejam verdadeiras”.
Continua após a publicidade

Para mandar bem na conversa com o recrutador, o entrevistado pode mostrar interesse e vontade de fazer parte daquela empresa, além de agir com respeito. “Vale destacar que as pessoas são entendidas não apenas pela sua experiência profissional, mas também pela sua energia pessoal”, comenta o empresário João Diniz.
De olho na efetivação
De acordo com a empresa de Recursos Humanos (RH) Luandre, cerca de 40% dos temporários são efetivados pelas empresas ao final de seus contratos. Então, se o trabalhador deseja se tornar efetivo, deve ter em mente que está sendo avaliado pelo serviço prestado. É o que ressalta o economista especialista em capital humano e empregabilidade, Rogerio Bragherolli. Ele, inclusive, listou oito dicas para aumentar as chances de efetivação. Confira:
Continua após a publicidade

– Flexibilidade: o profissional deve estar disposto a realizar várias tarefas, e a trabalhar em diferentes horários e dias da semana.

– Disponibilidade: é importante se mostrar disponível para realizar atividades extras, que vão além da função proposta.

– Comunicação: é necessário ser claro ao se comunicar, e estar atento àquilo que é solicitado.

– Pró-atividade: iniciativa e disposição com bom humor são essenciais.

– Pontualidade: ela está diretamente ligada à disciplina e, especialmente para o comércio, esse quesito é imprescindível. Estar à disposição da empresa dentro do horário inicial combinado denotará responsabilidade com a função que lhe foi atribuída.

– Interesse: é importante aprender o máximo possível sobre o trabalho a ser realizado, além de estar atento ao estilo de liderança e cultura da empresa, se aperfeiçoando para dar o seu melhor. É preciso demonstrar interesse na continuidade do trabalho que está fazendo, assim será considerado na primeira oportunidade de efetivação que a empresa tiver.

– Espírito colaborativo: é fundamental participar de ações e colaborar com a equipe, essa atitude irá se destacar.

– Protocolos de segurança: este é um item novo que precisa ser incluído no dia a dia. Se atentar às medidas preventivas contra a covid-19 merece atenção e demonstra cuidado, responsabilidade, como estar com a máscara, com álcool em gel, etc.
Confira vagas temporárias
Na última terça-feira, a Amazon anunciou abertura de 5,5 mil vagas temporárias no Brasil durante os meses de novembro e dezembro. As oportunidades são impulsionadas pelo aumento das vendas online de Black Friday e eventos de final de ano. Cerca de 3,1 mil vagas devem ser geradas em São Paulo, 370 em Minas Gerais, 700 no Rio de Janeiro, 660 no Rio Grande do Sul, 200 no Ceará, 370 em Pernambuco e outras 100 no Distrito Federal.
O portal Empregos.com.br disponibiliza 1.294 vagas temporárias em todo o estado do Rio. As dez áreas com mais oportunidades são: vendedor (350), auxiliar em serviços gerais (222), promotor (168), caixa (128), auxiliar administrativo (102), assistente de loja (68), atendente (40), operador de mercado (24), consultor comercial (12). A candidatura deve ser realizada pelo próprio site.
A Comunidade Católica Gerando Vidas encaminha para 219 oportunidades de extra Natal nesta semana. Há vagas para atendente de loja, vendedor, auxiliar de operações, caixa, assistente ao cliente e auxiliar de embalagem. Essa será a última oportunidade de contratação temporária oferecida pela entidade neste ano.
De acordo com Paulo Vasconcelos, coordenador da instituição, o atendimento será virtual. “Os candidatos que estiverem no perfil solicitado e na quantidade de vagas oferecidas, serão encaminhados diretamente para entrevista com a empresa contratante”, explicou. As inscrições devem ser feitas pelo link: portalemprego.com.br.
A Luandre está com 280 oportunidades no estado do Rio. São vagas para auxiliar de almoxarifado de logística, auxiliar de operações, operador de caixa, promotor de vendas, entre outras. Os interessados podem se candidatar gratuitamente pelo site http://candidato.luandre.com.br.
A plataforma de emprego Vagas.com.br oferece 30 vagas temporárias no estado. É possível consultar as oportunidades disponíveis neste link: https://www.vagas.com.br/vagas-de-rio-de-janeiro-tempor%C3%A1rio.
O grupo Ri Happy tem 311 vagas no Rio de Janeiro, sendo 229 na capital, 27 em Nova Iguaçu, 22 em Niterói, 13 em São João de Meriti, 11 em Campos de Goytacazes e nove em São Gonçalo. O processo seletivo será realizado de forma totalmente virtual. Os interessados devem se inscrever pelo site https://jobs.kenoby.com/vagastemporarias_gruporihappy,  entre 16 de novembro e 8 de dezembro.
“O Grupo Ri Happy informa que as vagas são destinadas a maiores de 18 anos (e de 16 anos apenas para auxiliar de loja), não sendo necessária experiência anterior. Entre as exigências avaliadas, estão conhecimento básico em ferramentas digitais, como o uso do WhatsApp e compatibilidade do perfil do candidato com a cultura organizacional do grupo. Os temporários que obtiverem melhor desempenho terão maior possibilidade de serem efetivados.  Os horários de trabalho e salários variam de acordo com o cargo e o local de trabalho”.
VAGAS TEMPORÁRIAS
MERCADO DE TRABALHO
EMPREGO
RIO DE JANEIRO

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Cresce a procura de turistas pelo Rio de Janeiro no fim do ano; 75% dos quartos em hotéis estão reservados
Inscritos no CadÚnico serão selecionados todo mês para o Auxílio Brasil
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play