Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Atendimento do serviço 156 de Porto Alegre recebe mais de 12 mil ligações na semana

Na semana entre 29 de julho e 4 de agosto, o atendimento 156 da prefeitura de Porto Alegre recebeu 12.334 ligações. A maior parte (41,99% dos contatos) teve como destino o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae). Os temas mais solicitados foram paradas operacionais, vazamento na rede, contas de água, verificação de falta de água e de hidrômetro.

Informações como horários e itinerários do transporte público, veículos (recursos de multas), cartão TRI social, apresentação de condutor infrator e calçadas também representaram demandas significativas (22,67%). A população questionou ainda sobre locais de vacinação, atendimento hospitalar, formas de acesso e covid.

Além disso, foram solicitadas informações gerais, IPTU/TCL, guia de pagamento, nota fiscal eletrônica e situação cadastral (11,78%). E mais: podas de árvores, recolhimento de galhos, poluição visual, poluição sonora (3,44%).

Entre os cidadãos que pediram abertura de protocolos para execução de serviços, o destaque foi para serviços de água, serviços de esgoto cloacal e pluvial, falta de água, conservação de vias com asfalto (tapa buraco).

WhatsApp

Desde fevereiro, a prefeitura disponibiliza mais um recurso para facilitar a comunicação do cidadão com o município. Agora, além do chatbot, o WhatsApp do 156 conta com profissionais para fazer o atendimento. Essa opção possibilita que, além de informações, sejam feitos registros de protocolos e solicitação de serviços públicos, como poda de árvore, fornecimento de água, fechamento de buraco de rua e denúncias de focos do mosquito da dengue. Para usar esse serviço, basta acionar o número (51) 3433-0156.

Ouvidoria

A Ouvidoria-Geral do Município também divulgou balanço semanal de atendimentos. Entre os dias 29 de julho e 4 de agosto, a Ouvidoria recebeu 176 manifestações pelo sistema me-Ouv, entre reclamações, denúncias, elogios e sugestões sobre os serviços da prefeitura que são prestados aos cidadãos. Conforme a coordenadora Angela Silva da Luz, a maior parte diz respeito à água e esgoto, vistoria, poda de árvore e tapa-buraco; fiscalização de obra, de calçada, meio ambiente e atividades econômicas; limpeza urbana, saúde e trânsito e transporte.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Agência Nacional de Saúde Suplementar alerta para riscos em Rol de Procedimentos sem análise técnica
Ex-ministra Damares Alves lança candidatura ao Senado
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play