Quinta-feira, 25 de abril de 2024

Ator de “X-Men” devolve medalha dada pela Rainha Elizabeth II: “abri meus olhos”

O ator Alan Cumming usou a conta dele no Instagram para anunciar a devolução de sua medalha e de seu título de membro da Ordem do Império Britânico (OBE), recebida por ele em 2009. Intérprete do mutante Noturno em ‘X-Men 2’ (2003), o astro atribuiu sua decisão aos crimes cometidos pelo Império Britânico ao longo dos séculos.

Cumming anunciou a devolução da OBE no dia de seu aniversário de 58 anos. Ele compartilhou uma foto recente dele e outra feita no dia em que foi condecorado com a honraria. Em 2009, quando recebeu o título e a medalha, o ator foi celebrado por suas iniciativas em prol da comunidade LGBTQ+.

O ator escreveu na legenda das imagens: “Hoje é meu aniversário de 58 anos e quero contar a vocês sobre algo que fiz recentemente por mim. Devolvi minha OBE. Quatorze anos atrás, fiquei incrivelmente grato por recebê-la, na lista de honra do aniversário da rainha de 2009, pois fui reconhecido não apenas por meu trabalho como ator, mas ‘pelo ativismo por direitos iguais para a comunidade gay e lésbica’”.

“Naquela época, a lei assegurava que casais do mesmo sexo não podiam se casar ou gozar dos mesmos direitos legais básicos que os heterossexuais e impedia que gay, lésbicas e bissexuais servissem nas forças armadas.

“Esta é a declaração que fiz na época: ‘Estou realmente chocado e feliz por receber esta homenagem. Estou especialmente feliz por ser homenageado por meu ativismo tanto quanto por meu trabalho. A luta pela igualdade para a comunidade LGBT nos Estados Unidos é algo pelo qual sou muito apaixonado, e vejo essa honra como um incentivo para continuar lutando pelo que acredito ser certo e pelo que tenho como certo como cidadão do Reino Unido. Obrigado à Rainha e àqueles que compõem sua lista de honras de aniversário por chamar a atenção para a inação do governo dos EUA sobre esse assunto. Isso me deixa muito orgulhoso de ser britânico’”.

Depois ele retomou seu raciocínio: “A morte da rainha e as conversas que se seguiram sobre o papel da monarquia e especialmente a forma como o Império Britânico lucrou às custas (e morte) dos povos indígenas em todo o mundo realmente abriram meus olhos”.

“Além disso, felizmente, os tempos e as leis nos EUA mudaram, e o grande bem que o prêmio trouxe para a causa LGBTQ+ em 2009 agora é menos potente do que as dúvidas que tenho por estar associado à toxicidade do império. Então, devolvi meu prêmio, expliquei meus motivos e reiterei minha grande gratidão por tê-lo recebido em primeiro lugar. Agora estou de volta a ser o velho Alan Cumming novamente. Feliz aniversário para mim!”.

Além de seu trabalho como Noturno em ‘X-Men’, Cumming ainda tem no currículo produções como ‘007 contra GoldenEye’ (1995), ‘Emma’ (1996), ‘De Olhos Bem Fechados’ (1999) e ‘Burlesque’ (2010).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Papa Bento XVI: entenda os riscos da insônia, problema de saúde que levou o pontífice a renunciar
Parkinson: cientistas mapeiam qual é o primeiro sintoma da doença e como identificá-lo
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play