Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Atual campeão, Carlos Alcaraz retorna ao Rio Open badalado e com status de número 2 do mundo

Tenista mais jovem a alcançar o posto de número um do ranking mundial, Carlos Alcaraz é o principal nome do Rio Open 2023. Aos 19 anos, o atual campeão da competição traz na bagagem um título de Grand Slam, dois de Masters 1000 e dois ATP 500 – todos conquistados em 2022 –, além do Aberto de Umag.

O espanhol tinha 16 anos quando estreou no maior campeonato de tênis da América do Sul e o seu adversário Albert Ramos Viñolas, de 32 – o dobro. Em um duelo de 3h36m, a até então surpresa derrotou o compatriota por 2 sets a 1 (7/6, 4/6 e 7/6) e avançou às oitavas de final.

Em busca de uma vaga nas quartas, o campeão do US Open 2022 enfrentou o argentino Federico Coria, número 116 do ranking à época. Carlitos perdeu a primeira parcial, mas igualou o jogo e forçou o set decisivo, o qual Coria fechou em 6/4 e se garantiu na fase seguinte.

Na última edição, o atual nº 2 do mundo se tornou o tenista mais jovem a vencer um torneio 500 ao bater Diego Schwartzman em sets diretos na quadra central do Jockey Club Brasileiro, título que o colocou no top 20.

“Eu me sinto muito bem, me sinto como se estivesse em casa. Na verdade, eu tenho belas lembranças. O povo brasileiro me empolga e por isso eu me sinto muito bem lá. Obviamente, a minha primeira vitória de ATP aconteceu lá. Acho que essa é a minha melhor recordação do Rio”, disse.

Temporada inesquecível

Pouco antes da conquista no Rio de Janeiro, o espanhol venceu duas partidas na chave principal do Australian Open, sendo eliminado pelo italiano Matteo Berrettini após uma batalha de cinco sets. Já com um troféu de ATP 500, chegou à semifinal do Masters 1000 de Indian Wells, na qual foi superado por Rafael Nadal.

Em Miami, deixou para trás nomes como Marin Cilic, Stefanos Tsitsipas, Hubert Hurkacz e Casper Ruud para se tornar o terceiro tenista a vencer um Masters 1000 aos 18 anos de idade. Apenas Michael Chang, em 1990, e Rafael Nadal, em 2005, conseguiram o feito.

Na caminhada pelo título do Aberto de Barcelona, Carlos Alcaraz cedeu três sets, venceu novamente o grego Tsitsipas e não deu chances a Pablo Carreño Busta na decisão. Embalado, derrotou Rafael Nadal e Novak Djokovic nas quartas e semi, respectivamente, do Masters de Madrid. Diante de Alexander Zverev, Carlitos fez 6/3 e 6/1 e se sagrou campeão.

O atleta de 19 anos foi às quartas de final em Roland Garros e parou nas oitavas em Wimbledon. Como cabeça de chave nº1 nos Abertos de Hamburgo e Umag, o detentor de seis títulos da ATP terminou como vice-campeão.

Grand Slam e lesão

Longas batalhas foram protagonizadas pelo espanhol durante o US Open 2022. Dos sete duelos disputados, três foram ao quinto set e a final decidida na quarta parcial. Ao superar o norueguês Casper Ruud, Alcaraz se tornou o tenista mais jovem a alcançar o posto de número um do mundo.

Porém, com a lesão sofrida na perna direita durante a pré-temporada, o até então líder do ranking ficou fora de competições, inclusive do Australian Open, e viu o sérvio Novak Djokovic retomar a posição. O retorno às quadras aconteceu na semana passada, na estreia do Aberto de Buenos Aires.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tênis

No tênis, a brasileira Luisa Stefani vence o 19º jogo seguido e é campeã nas duplas em Abu Dhabi
O desabafo de Boris Becker, um dos maiores tenistas do mundo, sobre o tempo que passou na prisão
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play