Terça-feira, 05 de julho de 2022

loader

Autor de ataque na Noruega já tentou matar o próprio pai

A polícia da Noruega identificou o autor do ataque em Kongsberg como sendo Espen Andersen Bråthen, um dinamarquês, de 37 anos, que vivia há anos na cidade e que estava sendo monitorado pelas autoridades.

“O acusado era conhecido pelo PST, sem que possam ser dados mais detalhes”, divulgou o serviço de inteligência.

Um dos motivos para que Espen estivesse sendo acompanhado de perto seria o histórico de atos violentos cometidos no ano passado.

Segundo o Norway Today, em julho de 2020 Espen ameaçou de morte alguns parentes e foi obrigado a manter distância dessas pessoas durante seis meses por determinação da Justiça.

Semanas antes, ele havia invadido a casa dos pais e tentou matar o próprio pai. Antes de ir embora, deixou um revólver sobre o sofá.

Há alguns anos, em 2017, ocorreu outro episódio de intimidação. Um amigo comunicou à polícia que o dinamarquês havia postado vídeos no YouTube fazendo ameaças.

Outro crime cometido por Espen aconteceu em 2012, quando foi declarado culpado por invadir um museu norueguês após quebrar uma janela. O crime teria sido cometido para comprar drogas.

O ataque com arco e flechas que o dinamarquês estava praticando pelas ruas de Kongsberg matou cinco pessoas: quatro mulheres e um homem, com idade que varia de 50 a 70 anos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Na reta final da CPI da Covid, Renan Calheiros já mudou relatório dez vezes
Executivo da Nike revela ter matado jovem em briga de gangues nos Estados Unidos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play