Quinta-feira, 25 de abril de 2024

Boeing vai aposentar o clássico jumbo 747; modelo famoso transformou viagens aéreas nas últimas décadas

Depois de mais de cinquenta anos de produção, a aeronave 747 vai ser aposentada pela Boeing. O último jumbo comercial na versão cargueiro, que transformou as viagens aéreas ao redor do globo, será entregue para a empresa Atlas Air na terça, dia 31 de janeiro.

O modelo 747 foi o primeiro jato de corredor duplo no mundo e ampliou a quantidade de passageiros que poderia ser transportada, com ainda mais agilidade do que os aviões tradicionais.

Projetada no final da década de 1960 com a pretensão de atender a demanda por viagens em massa, a aeronave acabou tornando os voos acessíveis para americanos de classe média. O primeiro voo do jato decolou de Nova York no início de 1970, com uma capacidade de 350 a 400 pessoas, o dobro do patamar da época.

“Era a aeronave para o povo, aquela que realmente oferecia a capacidade de ser um mercado de massa”, disse o historiador da aviação Max Kingsley-Jones.

A inovação trazida pelo 747 fez com que outros jatos bimotores também alcançassem maior alcance e capacidade, mas com um custo menor. Por isso, o modelo foi descontinuado, mas a 777X, aeronave que deve ocupar o lugar do 747 no mercado, só estará pronta em 2025, ao menos.

O presidente-executivo Dave Calhoun disse que a Boeing pode não projetar um novo avião por pelo menos uma década. “Foi uma das maravilhas da era industrial moderna”, disse Aboulafia, “mas esta não é uma era de maravilhas, é uma era de economia.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Papa Francisco esclarece comentários sobre homossexualidade e pecado
Boeing 777 se afasta do centro da pista e quebra luzes da lateral durante pouso com chuva
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play