Sábado, 22 de junho de 2024

Câmara dos Deputados aprova a criação do Dia do Rei Pelé

A Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que institui 19 de novembro como o Dia do Rei Pelé. A data será celebrada anualmente no dia em que o ex-atleta marcou o seu milésimo gol, em 1969.

Agora, o texto será avaliado pelo Senado. Para aprovação da homenagem, foram ouvidos, por exemplo, Flávia Arantes do Nascimento, filha de Pelé, e Paulo Cezar Caju, campeão mundial pela Seleção brasileira em 1970. O projeto é de autoria dos deputados Luciano Ducci (PSB-PR) e Felipe Carreras (PSB-PE).

Segundo o documento, as contribuições de Pelé, que morreu em 29 de dezembro de 2022, aos 82 anos, “para o futebol, para o esporte em geral e para o Brasil são amplamente conhecidas e destacadas”.

“Sua postura de cuidado com os mais vulneráveis, notadamente as crianças, merece igual reconhecimento”, prossegue.

Carreras destaca ainda os títulos mundiais, o sucesso internacional com a Seleção Brasileira e com o Santos, os 1.283 gols e a genialidade em campo de Pelé.

Durante o período de profissionalização do esporte e da “explosão” das transmissões ao vivo por rádio e televisão, o ex-jogador “contribuiu para que o futebol se tornasse o esporte mais popular do planeta e conquistasse gerações de fãs”.

“É importante destacar que o legado de Pelé ultrapassou o mundo do esporte. Em 1969, um país parou uma guerra para vê-lo jogar. Ele foi embaixador de órgãos como ONU, Unesco e Unicef, inclusive, sendo nomeado como embaixador da boa vontade para a histórica Cúpula da Terra da ONU, a Eco 92”, lembraram os autores do projeto de lei.

Os parlamentares ressaltam que a criação do “Dia Nacional do Rei Pelé” é uma justa homenagem a um ícone do esporte nacional e fonte de inspiração para muitos

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Atriz Claudia Alencar tem piora, está sedada e com ventilação mecânica
Chile emite novo alerta para atividade sísmica do vulcão Villarrica
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play