Sábado, 24 de fevereiro de 2024

Canadá destrói 4 vezes mais, mas “Geni” é o Brasil

Os incêndios que destroem as florestas no leste do Canadá dizimaram uma área quase quatro vezes maior que todo o desmatamento da Amazônia no ano passado. Tudo sem um único pio de ativistas sobre o país do premiê marqueteiro Justin Trudeau, que preferem fazer do Brasil a “Geni”. Foram destruídos, lá, quase 40 mil km quadrados de matas. Em 2022, último ano de Bolsonaro, alvo de tipos como Leonardo DiCaprio e outros eco-chatos, a região amazônica perdeu 10,7 mil km quadrados.

Empate próximo
A área total desmatada na Amazônia nos quatro anos de Bolsonaro (44 mil km2) é quase igual à área destruída pelo Canadá em alguns dias.

Exemplos distintos
Efeito direto das queimadas no Canadá, o monóxido de carbono é tóxico. O Brasil reduz emissão de gases poluentes há mais de uma década.

Canadá poluente
Antes das queimadas deste ano, o Canadá já respondia por 1,5% das emissões de gases poluentes; volume quase 20% maior que o Brasil.

Brasil melhor
O Brasil reduz a emissão de gases poluentes e responde por só 1,3% da poluição mundial, diz o Centro de Pesquisa Conjunta da União Europeia.

Estátua de JK continua sumida na orla de Búzios
Oito meses após sumir numa madrugada de novembro de 2022, até hoje não se vê na orla de Búzios, Rio de Janeiro, a escultura do presidente Juscelino Kubitschek, onde também há outra estátua, da atriz francesa Brigitte Bardot. A casa foi batizada de Solar do Peixe Vivo, alusão à música que adorava. A polícia descobriu, sem demora, que a remoção ocorreu a mando da viúva do doador da escultura. Ela alegou “falha de comunicação” com a empresa contratada para “restaurar” a obra de arte.

Obra notável
A escultura é obra do artista Hidelbrando Lima e mostra JK sorridente, acenando de sua cadeira de balanço, como se estivesse na varanda.

Hoje é restaurante
A casa de veraneio de JK em Búzios data dos anos 1950, na região dos Lagos. Atualmente, no local, funciona o restaurante Juscelino.

De tirar o fôlego
Melhor presidente da História, JK deixou um legado prodigioso, incluindo Brasília, concebida, construída e inaugurada em apenas três anos.

Pelo desenvolvimento
Nove governadores da Amazônia assinaram carta de apoio às pesquisas para produção de petróleo na plataforma continental. O documento lembra a expertise da Petrobras na exploração e destaca que o ponto fica a 500km da foz do Rio Amazonas e a 160km da costa brasileira.

Chuva no encharcado
Alvo de críticas até de lulistas, Rui Costa (Casa Civil) deve ir ao Senado, terça (13), explicar por que fez Lula assina decreto desrespeitando a lei federal do Marco do Saneamento. Decretos já anulados pela Câmara.

Impeachment
O presidente Lula ganhou mais um pedido de impeachment protocolado pela oposição. Desta vez, 48 parlamentares listaram a visita do ditador da Venezuela, Nicolas Maduro; a indicação de Cristiano Zanin ao STF e supostos crimes de responsabilidade do petista.

PT não dá
O PT tem seis senadores na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, mas nenhum deve ser escolhido como relator da indicação do advogado (de Lula) Cristiano Zanin ao STF.

Evitando xingamentos
Em seu terceiro mandato, o petista Lula tem priorizado viagens ao Nordeste, onde o petista venceu Jair Bolsonaro (PL) em 2022. E única região onde o risco de ser xingado de “ladrão” é menor.

Querem créditos
Governistas reclamaram com Gleisi Hoffmann (PT-PR) porque Lula falou com o senador Izalci (PSDB-DF) sobre veto o Fundo Constitucional do DF, e não com petistas. O problema é que Gleisi não apita nada.

Ator mais bem pago
Na sexta (9), o governo dos EUA anunciou mais um “pacote de ajuda militar” para a Ucrânia de Volodimir Zelensky. Serão mais US$2,1 bilhões, R$10 bilhões, para a guerra contra a Rússia.

Ligações
O Partido da Causa Operária critica a articulista Elena Landau, que atuou em governos tucanos e ajudou na campanha de Simone Tebet (MDB). O PCO acha que o jornal que a publica “não deixa Lula governar em paz”.

Pergunta aos analistas
20 anos na gaveta mofaram a reforma tributária?

PODER SEM PUDOR
O brilho de Fruet
O depoimento do operador do PT Marcos Valério já durava quase 14 horas quando chegou a vez de o deputado Gustavo Fruet (PMDB-PR) formular mais perguntas. O presidente da CPI dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MS), exausto, pediu uma intervenção objetiva. Rápido no gatilho, Fruet lembrou o bom humor e a inteligência do pai, o saudoso deputado Maurício Fruet: “Será uma intervenção minissaia, presidente: curta, justa e provocante…”

Com Rodrigo Vilela e Tiago Vasconcelos

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cláudio Humberto

Acusado de trabalho escravo ganha bem: R$ 839 mil
Vitrine da Vida
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play