Sábado, 13 de abril de 2024

Casa de Freddie Mercury em Londres vai a leilão por quase R$ 190 milhões

Garden Lodge, a casa de Freddie Mercury em Londres, vai a leilão por R$ 189,5 milhões ( o equivalente a £ 30 milhões e a US$ 38 milhões). O anúncio, feito pela grande amiga do cantor, Mary Austin, ocorre depois de um leilão bem-sucedido da Sotheby’s em setembro passado, no qual mais de US$ 50 milhões foram arrecadados com a venda dos pertences de Mercury, com uma parte dos lucros beneficiando a Mercury Phoenix Trust e a Elton John Aids Foundation.

Mary herdou a propriedade de Mercury após sua morte, em 1991, e tem vivido aqui desde então. Ela diz que, no início, não tinha certeza se seria saudável para ela morar na casa em meio à tristeza pela morte prematura dele. Mas percebeu que poderia ter uma vida no Garden Lodge e que não precisaria deixá-lo “por alguns anos”.

“Na verdade, a casa sempre foi minha apenas no nome”, diz Austin, com a voz cheia de emoção. “Eu trabalhei na casa com ele e para ele, e ela sempre será dele. Era o sonho dele, era a visão dele.”

Ela se lembra da primeira vez que viu Garden Lodge. Estava acompanhando seu amigo Freddie Mercury enquanto ele procurava uma casa em Londres, em 1980.

“Era um dia de verão, as crianças estavam brincando no jardim e eu estava atrás de Freddie quando entramos. Era tudo tão calmo e pacífico, e isso continuou por toda a casa”, contou Mary, falando com exclusividade à Bloomberg News de dentro da propriedade em Kensington.

No total, entre 30.000 e 40.000 objetos serão colocados à venda em setembro
Ela diz que ele decidiu comprar a casa naquele mesmo dia:

“Freddie saiu e disse: ‘Diga a eles para tirarem a casa do mercado. Eu lhes darei o preço pedido agora’.”

Austin diz que Mercury estava procurando um refúgio em Londres, um lugar onde pudesse criar e trabalhar em sua música em paz, sem ser perseguido pela mídia – e Garden Lodge era o lugar ideal para ele.

“A imprensa o estava perseguindo para que saísse do armário, mas ele não queria, e por que deveria? E isso lhe deu a maravilhosa sensação de que poderia criar, viver e ter privacidade aqui”, diz ela.

Austin, de 72 anos, decidiu colocar a propriedade para venda com a Knight Frank depois do leilão dos pertences de Mercury. Em meados deste mês, a estava quase vazia. Mas o design e os detalhes, como a pintura amarelo-cítrica nas paredes e os espetaculares espelhos art déco no camarim do astro do rock, estão do jeito que Mercury os deixou. É um tributo ao próprio gosto de Mercury.

O plano era fazer o leilão dos objetos do músico e depois pensar em vender a casa, disse Mary:

“O leilão foi enorme. E eu não tinha certeza de como me sentiria naquele momento. Mas percebi que havia chegado a hora.”

Ela contou que agora está sozinha na casa, seus filhos cresceram e moram em outro lugar, e sente que é hora de começar um novo capítulo em sua vida e seguir em frente.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Música

Novo secretário particular de Kate Middleton é “clone” de seu maior ídolo e vira sensação nas redes sociais
Fátima Bernardes deixa a TV Globo após 37 anos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play