Domingo, 25 de fevereiro de 2024

Cidades suspendem aulas após temporais no Rio Grande do Sul

Ao menos cinco municípios do Rio Grande do Sul foram obrigados a suspender as aulas nesta terça-feira (16), em razão dos estragos provocados pelo temporal de granizo e pelo vento forte em prédios escolares na noite de segunda-feira (15). Segundo autoridades, a reabertura vai depender do reparo dos danos.

A cidade de Canoas foi uma das atingidas. “Em consequência dos prejuízos, nós determinamos que as aulas nas escolas municipais e privadas sejam suspensas, até que se recupere a condição de dar garantias para as nossas crianças. Também recomendamos que as escolas estaduais adotem a mesma orientação, considerando o iminente perigo que está ocasionado para as crianças”, disse Nedy de Vargas Marques, prefeito em exercício.

O município de Rio Pardo decretou estado de emergência e também suspendeu as aulas na rede de ensino da cidade. Nas redes sociais, a cidade pediu ajuda para a população atingida pelas fortes chuvas.

A Secretaria Municipal de Educação de Gravataí interrompeu as atividades em todas as redes de ensino do município. No decorrer do dia, os danos serão avaliados para verificar a possibilidade das aulas serem retomadas na quarta-feira (17).

Diversos estabelecimentos ficaram destelhados, após o forte temporal na noite de segunda Além disso, sem energia elétrica em boa parte da cidade, duas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) estão funcionando com auxílio de gerador.

A cidade de Cachoeirinha foi outra a determinar a suspensão das aulas nesta terça-feira, em razão dos danos provocados pelas chuvas.

Em Eldorado do Sul, onde as aulas também foram suspensas, o município afirma que a Defesa Civil está prestando auxílio à população. “Há risco de corte de energia elétrica, da queda de árvores e de materiais publicitários/sinalizações. Estamos tomando as devidas providências com relação aos destelhamentos no município de Eldorado do Sul”, informou nas redes sociais.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Tribunal Superior Eleitoral libera campanha de prevenção à varíola dos macacos
Comprovante vacinal deixa de ser exigido para ingresso nos prédios da Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play