Quarta-feira, 18 de maio de 2022

loader

Conheça sete filmes protagonizados por artistas trans

Durante muitos anos, a maior parte dos filmes que contavam histórias de personagens transgêneros apresentavam atores cisgêneros no papel de protagonistas. No enredo, eles eram alvo de piadas cruéis e grosseiras repugnantes. Com o passar dos anos, essa retratação foi mudando, assim como a escalação do elenco.

Há cerca de uma década, diversas produções com representações dignas de personagens transgêneros começaram a surgir. Mas não só isso: muitas celebridades que trabalham no mercado audiovisual vêm demonstrando apoio às mulheres e homens trans na indústria.

Por mais que ainda tenha muito caminho pela frente para garantir que todas as pessoas trans possam viver honestamente e sem medo, é impossível não reconhecer que a mudança está acontecendo. Um reflexo disso são histórias autênticas exibidas nas telas de cinemas ou na televisão.

Com a celebração do Dia Nacional da Visibilidade Trans, em 29 de janeiro, separamos sete produções com protagonistas trans que você não pode deixar de assistir. Confira:

1) Valentina (2020)

O longa é protagonizado pela jovem ativista trans e estrela brasileira do YouTube, Thiessa Woinbackk. Ao lado de um elenco bem diversificado, a atriz brilha no papel principal de uma adolescente trans exigindo seus direitos. Quando se muda para uma nova cidade, Valentina vê a chance de recomeçar sua vida usando o novo nome. Porém, enfrenta problemas ao tentar se adaptar na escola. Inclusive, o filme é excelente ao mostrar os problemas de aceitação de alunos trans na rede pública.

2) Revelação (2020)

O documentário foi lançado pela Netflix em 2020 e conta com a participação de diversos atores e ativistas trans. Laverne Cox e MJ Rodriguez estão inclusas nessa lista. A produção oferece uma história sobre as representações trans nas telas do audiovisual, destacando alguns dos melhores e piores casos. Com um tom reflexivo, o longa aponta como as representações em filmes de séries ajudaram ou prejudicaram jovens no processo de assumir a verdadeira identidade.

3) Tangerina (2015)

O longa acompanha profissionais do sexo trans nas ruas de Los Angeles. As cenas são gravadas não somente com um tom realista bem corajoso, mas também com muito humor e paixão pela vida. As atrizes Kitana Kiki Rodriguez e Mya Taylor, que protagonizam o filme, também se envolveram no processo criativo da história. Curioso é que o diretor Sean Baker filmou esta comédia usando um iPhone.

4) Paris is Burning (1990)

O documentário “Paris is Burning” é sucesso na crítica e recebe muitos elogios pelo retrato da cena drag nos anos 80 em Nova York. O longa segue gays e trans imergidos na cultura da comunidade. Um elemento que faz parte do filme são as competições que apresentam artistas negros e latinos incríveis. Outro ponto que a produção não deixa de abordar são as questões de pobreza e raça. Além disso, conta com entrevistas com estrelas drag, incluindo Willi Ninja e Pepper LaBeija.

5) Uma Mulher Fantástica (2017)

Aclamado pela crítica, o drama segue Marina, uma cantora e garçonete, cujo parceiro amoroso morre repentinamente, fazendo com que ela tenha que enfrentar sua família transfóbica. Uma curiosidade sobre o filme é que ele foi o primeiro filme chileno a ganhar um Oscar. O longa levou a estatueta na categoria de melhor filme estrangeiro. A vitória pode ser considerada dupla, já que também é o primeiro filme vencedor do Oscar que conta a história de um personagem trans interpretado por um ator trans.

6) Cowboys (2020)

“Cowboys” aborda o tema de uma criança que não se sente em casa em seu próprio corpo. Quando Joe se assume trans para seus pais, sua mãe não o deixa viver como ele mesmo. Já seu pai, Troy, o leva a uma floresta para escapar do lar tão conservador. O longa conta com cenas super emocionantes como Joe gritando: “Estou no corpo errado, ok? Sou um menino!” ou quando observa os homens ao seu redor e percebe quem ele é. O filme mostra uma história bem precisa sobre a perspectiva de uma criança trans.

7) Saturday Church (2017)

Por último, encerramos a lista com um musical. “Saturday Church” é um filme com temática LGBTQIAP+ e conta personagens trans interpretados por pessoas transgênero. Além disso, o elenco é majoritariamente negro. A trama gira em torno de um adolescente de 14 anos, Ulysses, que luta com sua identidade de gênero em um ambiente doméstico conservador liderado pela religião. O que finalmente o ajuda a começar a aceitar sua feminilidade é conhecer novas pessoas gays e transgêneros: Dijon, Ebony e Raymond. O filme explora a estranheza do amadurecimento e a rejeição que a juventude queer enfrenta diariamente.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cinema

A Nasa está explorando as profundezas dos oceanos
Conheça cinco games pra ajudar no combate à depressão e ansiedade
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play