Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Criador do jogo Sonic é preso por crime financeiro no Japão

Yuji Naka, um dos criadores do Sonic, foi preso no Japão por crime financeiro, em um escândalo que envolve a compra de ações de uma empresa após informações privilegiadas.

A prisão do designer de jogos aconteceu após outros dois ex-funcionários da Square Enix, Taisuke Sazaki e Fumiaki Suzuki, também serem detidos durante a mesma investigação. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (18) pela imprensa japonesa.

Os três são acusados de terem tido acesso a informações privilegiadas no período em que trabalharam na Square Enix. A empresa atuava em colaboração com o estúdio Aiming para o desenvolvimento do Dragon Quest Tact, lançado no início de 2020.

Antes de o game ser lançado, Naka, Taisuke e Fumiaki teriam adquirido ações da Aiming. Segundo a imprensa japonesa, Yuji Naka teria comprado 10 mil ações da Aiming por cerca de US$ 20 mil. O designer trabalhou na Square Enix entre 2018 e 2021 no desenvolvimento do game Balan Wonderworld.

Já Taisuke e Fumiaki são acusados de adquirirem ações da empresa no valor de 47 milhões de yens (cerca de US$ 336 mil). A compra das ações teria acontecido entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020, pouco antes do lançamento do game.

Sem citar nomes, a Square Enix confirmou a informação sobre a investigação de ex-funcionários acusados de terem informações privilegiadas e disse estar colaborando com as autoridades.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Venda de bebidas alcoólicas é proibida nos estádios da Copa do Catar
Polícia descobre laboratório de produção de cocaína em Estância Velha, no Vale do Sinos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play