Quinta-feira, 23 de maio de 2024

DANIEL ALVES

A Justiça da Espanha concedeu, nesta quarta-feira (20), liberdade provisória ao ex-jogador da Seleção Brasileira Daniel Alves, condenado por estupro em Barcelona. Para obter o benefício, ele precisa pagar fiança de 1 milhão de euros (cerca de R$ 5,4 milhões).

Se realizar o pagamento, Daniel também terá que entregar os passaportes brasileiro e espanhol às autoridades. Também deverá comparecer semanalmente a um tribunal e manter 1 quilômetro de distância da vítima enquanto aguarda a sentença definitiva.

“O tribunal delibera, por maioria e com voto individual, acordar a prisão provisória de Daniel Alves, que pode ser evitada mediante o pagamento de uma fiança de 1.000.000 euros e, se o pagamento for verificado, e acordada a sua libertação provisória, a retirada de ambos os passaportes, espanhol e brasileiro, a proibição de sair do território nacional e a obrigação de comparecer semanalmente a este Tribunal Provincial, bem como quantas vezes for convocada pela Autoridade Judiciária”, diz a sentença da Justiça de Barcelona.

Em fevereiro, o ex-lateral foi condenado a quatro anos e meio de prisão por ter estuprado uma jovem em uma boate em Barcelona. A defesa do ex-jogador recorreu da sentença e, na sequência, pediu para que o brasileiro aguardasse a deliberação final em liberdade.

Daniel, que mudou várias vezes a sua versão sobre o caso em depoimentos durante o processo, nega que tenha havido agressão sexual.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Justiça aceita denúncia contra acusados de envolvimento na morte de nove pacientes com Covid-19 por falta de oxigênio em Campo Bom
Vereadores de Porto Alegre solicitarão a retirada da urgência no Congresso do projeto que regulamenta o trabalho de motoristas de aplicativos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play