Quarta-feira, 22 de maio de 2024

Defesa Civil de Porto Alegre permanece em alerta para retorno da chuva nesta quinta-feira

Após uma pausa na chuva ao longo desta terça-feira (5), a Defesa Civil de Porto Alegre continua a monitorar áreas com risco de transbordamento na Zona Sul e ilhas do Guaíba, bem como arroios em outras áreas da cidades. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê o retorno, a partir desta quinta, das precipitações que castigaram o Estado nos últimos dias.

As temperaturas, por sua vez, prosseguem em queda nos próximos dias desta semana. Os termômetros da Região Metropolitana devem registrar mínima de 10°C e máxima de 23°C.

Integrada por representantes de órgãos municipais e estaduais, a Comissão Permanente de Atuação em Emergência (Copae) acompanha as atualizações em tempo real e atua na prevenção e preparação de ações em caso de eventos meteorológicos extremos. Os trabalhos incluem treinamento permanente e prontidão de equipes, dentre outras medidas.

Outra medida em curso é a divulgação de alertas e orientações. No foco da medida estão sobretudo comunidades que habitam áreas de risco. Em caso de dúvidas ou situações de emergência, a Defesa Civil atende pelo telefone gratuito 199, ao passo que o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBM-RS) tem como contato o número 193.

Desmoronamento

Um trecho de 25 metros do talude (encosta lateral) do Arroio Dilúvio, que cruza vários bairros ao longo da avenida Ipiranga, foi interditado na segunda-feira (4) próximo à Silva Só (bairro Santa Cecília), sentido Bairro-Centro. Conforme o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), parte do solo desabou por causa da chuva.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) isolou o local. “É importante que os ciclistas e condutores dobrem a atenção para evitar os sinistros de trânsito. Os agentes de fiscalização e a central de controle monitoram a circulação e orientam os usuários”, ressalta o diretor-presidente da autarquia, Pedro Bisch Neto.

Esse é o segundo segmento da estrutura a desmoronar em menos de dois meses, por causa da chuva. Na noite de 12 de julho, o mesmo ocorreu nas imediações da rua São Luiz (bairro Santana), no sentido Centro-Bairro, motivando interdição por parte da prefeitura. Ninguém se feriu. O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) já iniciou a reconstrução.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Piratini divulga resultado do Índice Municipal da Educação do Rio Grande do Sul
Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul definirá data de novo júri da Boate Kiss
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play