Domingo, 21 de abril de 2024

Digitais de mulher que acusa Daniel Alves são identificadas em banheiro de boate

As digitais da mulher que acusa o jogador brasileiro Daniel Alves de estupro, na Espanha, foram encontradas no banheiro onde ela afirma ter sido atacada, de acordo com a imprensa espanhola.

Essa é mais uma pista que pode ajudar a polícia a entender o que aconteceu naquela noite.

A mulher afirma que foi agredida e estuprada pelo jogador – uma versão que ela sustenta desde que foi vista chorando pelos seguranças da boate.

Daniel Alves primeiro negou a relação, mas depois mudou de versão e afirmou que teria sido consensual.

O brasileiro está preso há mais de uma semana em uma penitenciária em Barcelona, onde cumpre prisão preventiva sem a possibilidade de fiança.

A defesa de Daniel Alves tem até terça-feira (31) para entrar com um recurso, e os advogados do atleta podem pedir que ele use uma pulseira eletrônica – equivalente a tornozeleira usada no Brasil.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Empresa francesa fecha contrato de R$ 26 milhões com Aeronáutica
Ministro do Supremo rejeita suspender posse de deputados por eventual envolvimento no atos de vandalismo em Brasília
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play