Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

loader

Dois homens são condenados por assalto com cordão humano em Santana do Boa Vista

O Tribunal do Júri da comarca de Caçapava do Sul acolheu a tese do Ministério Público do Rio Grande do Sul e condenou dois homens a penas de 23 anos, quatro meses e 16 dias de reclusão e 17 anos, três meses e seis dias de reclusão.

Os crimes foram roubo à agência do Banrisul de Santana da Boa Vista, na região Central, majorado pelo emprego de arma de fogo, concurso de agentes e restrição de liberdade das vítimas, além de duas tentativas de homicídio duplamente qualificado contra policiais militares no exercício da função. Os crimes ocorreram em 30 de agosto de 2019.

“O resultado do julgamento demonstra a efetiva resposta da sociedade a criminosos que, fortemente armados, impuseram terror à pacata cidade de Santana da Boa Vista, por meio da formação de cordão humano em frente à agência bancária e cerceamento da liberdade de reféns, ação conhecida como ‘Novo Cangaço’, além de atentarem contra a vida de policiais militares que, mesmo estando em inferioridade numérica e de armas, tentaram, bravamente, obstar a fuga”, pontuou o promotor de Justiça Gabriel Munhoz Capelani.

Ainda, acrescentou que “no dia em que a Brigada Militar comemorou 184 anos, a condenação reafirma o profundo respeito das comunidades de Caçapava do Sul e Santana da Boa Vista àqueles que, diariamente, empenham as próprias vidas em defesa da população gaúcha”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Defensoria Pública faz mutirão de atendimentos jurídicos em Rio Grande
Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre reforça pedidos por doações de sangue
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play