Sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Dólar abre a semana em alta, cotado no maior valor desde janeiro

O dólar fechou em leve alta nesta segunda-feira (4), feriado do Dia da Independência dos Estados Unidos, com os investidores monitorando o aumento dos riscos fiscais no Brasil. A moeda norte-americana subiu 0,08%, vendida a R$ 5,3251. É o maior patamar de fechamento desde 29 de janeiro deste ano (R$ 5,39).

No fim da semana passada, o dólar subiu 1,68%, a R$ 5,3206. Com o resultado mais recente, a divisa acumula alta de 2,04% no mês. No ano, ainda tem desvalorização de 4,48% frente ao real.

Mercados

Nos Estados Unidos, os mercados financeiros não funcionaram nesta segunda devido ao feriado do Dia da Independência.

A divulgação da ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed), nesta quarta (6), pode trazer mais pistas sobre o próximo passo da política monetária americana – uma alta de 0,50 ponto ou uma alta de 0,75 ponto. Na última sexta (1º), os dados de criação de empregos nos EUA também servirão como um termômetro importante do estágio atual do ciclo de crescimento da economia do país.

Na cena doméstica, o foco segue na tramitação da PEC (proposta de emenda à Constituição) que libera R$ 41 bilhões em gastos a pouco mais de três meses das eleições. A PEC foi aprovada no Senado e agora depende do aval da Câmara dos Deputados. Se aprovada, seu impacto nos cofres públicos pode chegar a R$ 41,2 bilhões.

Apelidada de “PEC Kamikaze”, ela reacendeu temores fiscais e de uma pressão ainda maior nos juros e inflação. Analistas apontam também que a proposta é uma forma jurídica de tentar burlar a lei eleitoral.

Além de reconhecer um estado de emergência para criar um “voucher caminhoneiro” e de ampliar o Auxílio Brasil e o Auxílio Gás, a PEC foi complementada para incluir a concessão de um benefício destinado a taxistas e ainda um crédito suplementar a programa alimentar.

“O resultado é mais uma medida que fragiliza o teto do gasto público e, consequentemente, aumento do risco fiscal do país. Com o aumento do risco fiscal, a tendência de valorização da taxa de câmbio que começou no início de 2022 se reverteu”, disseram em nota analistas da Genial Investimentos.

Ibovespa

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, fechou em queda nesta segunda. O indicador recuou 0,35%, aos 98.609 pontos.

Na última sexta, a Bolsa fechou em alta de 0,42%, aos 98.954 pontos, após ter acumulado um tombo de mais de 10% em junho. Com o resultado desta segunda, passou a acumular queda de 5,93% no ano.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Anatel define as primeiras cidades a receberem o 5G puro; saiba quais são
Justiça condena Maluf a pagar 2,87 milhões de reais em multa por improbidade
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play