Terça-feira, 25 de junho de 2024

Em seu primeiro jogo em casa no Brasileirão, Grêmio empata em 3 a 3 com o Bragantino

Sob muita chuva, o Grêmio recebeu na noite desse domingo (7) o Bragantino em seu primeiro jogo em casa nesta edição do Campeonato Brasileiro. O Tricolor, que começou ganhando e viu Suárez voltar a marcar, levou o empate no final do segundo tempo. O 3 a 3 do placar manteve o time gaúcho na 7ª colocação, com 7 pontos. O próximo compromisso na competição será nesta quarta (10) contra o Palmeiras, em São Paulo.

Primeiro tempo

O Grêmio iniciou o jogo com imposição no ataque, fazendo os adversários recuarem a marcação. Logo no primeiro minuto, Thomas Luciano avançou pela direita e cruzou. No lance, Jadsom colocou a mão na bola, dentro da área. A arbitragem foi para o VAR e marcou pênalti. Franco Cristaldo cobrou e estufou as redes, abrindo o marcador aos seis.

O Bragantino partiu para cima e, na primeira finalização, empatou a partida, aos oito minutos. Matheus Fernandes ficou com a bola dentro da área e, cara a cara com Gabriel Grando, conseguiu furar a meta gremista.

O ponteiro passava dos 12’, quando o Tricolor buscou outra oportunidade de gol, mas, dessa vez, após toques rápidos na área, Juninho Capixaba afastou e salvou o time paulista.

A partida era lá e cá. Com 16’ jogados, Lucas Evangelista recebeu na entrada da grande área e mandou uma bomba, para bela defesa de Grando, que afastou.

A partir dos 20’, o duelo passou a ficar mais truncado no meio-campo, com poucas finalizações.

Gabriel Grando precisou trabalhar novamente aos 27’ e realizou outra grande defesa. Helinho conduziu, entrou na área e chutou forte, mas o arqueiro gremista estava lá para afastar o perigo com as pernas.

Aos 28’, o Grêmio voltou a pressionar. Thomas Luciano cruzou, Bitello recebeu, passou pela defesa e chutou, mas a bola desviou e passou perto do travessão. Depois, aos 43’, a bola sobrou para Cristaldo, na entrada da grande área. O meia bateu, mas a finalização ficou na defesa. Dois minutos, depois, Cristaldo cobrou escanteio na cabeça de Bruno Alves. A tentativa passou perto do gol.

Nos acréscimos, o Tricolor seguiu tendo oportunidades. Aos 46’, no bate e rebate na pequena área, a bola sobrou para Thomas Luciano, que chutou, mas a defesa afastou. A partida seguiu intensa até o último minuto. Com 48’, Helinho chutou cruzado, fazendo Grando afastar com a ponta dos dedos.

Segundo tempo

A equipe de Renato Portaluppi voltou para a segunda etapa com duas modificações. Zinho E Everton Galdino entraram nas vagas de Vina e Lucas Silva.

O Grêmio iniciou buscando o gol, mas encontrava dificuldades na marcação adversária. No contra-ataque, aos sete, o Bragantino marcou. No lance, Sasha recebeu de Matheus Fernandes dentro da área. O atacante passou a defesa gremista pela direita e chutou colocado, sem chances para Grando.

Com 10’, a equipe gremista reagiu. Bitello cruzou, a defesa afastou e Suárez, da entrada da grande área, bateu de primeira firme e forte e marcou um golaço.

Logo depois, o Tricolor seguiu em cima. Aos 12’, dessa vez pela direita, o camisa 9 chutou cruzado, mas Lucão defendeu. A partida era intensa. Um minuto depois, Bruno Alves tentou tirar a finalização adversária, mas a bola ia em direção ao gol. Gabriel Grando tirou à queima-roupa e realizou outra grande defesa.

Everton Galdino virou o jogo com 16’ jogados. O camisa 13 recebeu pela direita, avançou para dentro da área, passou por dois marcadores e estufou as redes, virando a partida.

Aos 22’, Renato realizou mais duas trocas. Cristaldo e Mila saíram para as entradas de Nathan e Gustavo Martins.

O jogo seguiu disputado. O ponteiro passava dos 25’, quando Grando salvou a equipe mais uma vez. Jadsom chutou de fora da área e o arqueiro espalmou.

Com forte chuva, a partida passou a ficar truncada a partir dos 30’ e poucas finalizações eram contabilizadas. O Bragantino buscou pressionar nos minutos finais. Aos 47’, encontraram o gol de empate com Thiago Borbas. Logo depois, André Henrique entrou na vaga de Suárez.

Ficha técnica

— Grêmio: Gabriel Grando, Thomas Luciano, Bruno Alves, Bruno Uvini, Diogo Barbosa, Lucas Silva (Zinho), Mila (Gustavo Martins), Bitello, Cristaldo (Nathan), Vina (Everton Galdino) e Luis Suárez (André). Técnico: Renato Portaluppi.

— Bragantino: Lucão, Andrés Hurtado, Eduardo Santos, Natan, Juninho Capixaba, Jadsom Silva, Matheus Fernandes (Thiago Borbas), Lucas Evangelista, Bruninho (Vitinho), Eduardo Sasha e Helinho (Henry Mosquera).  Técnico: Pedro Caixinha.

— Arbitragem: Paulo Cesar Zanovelli da Silva (Fifa/MG), auxiliado por Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Marcyano da Silva Vicente (MG). Quarto árbitro: Roger Goulart (RS) e VAR (árbitro de vídeo): Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (Fifa/RN).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Crédito irresponsável põe brasileiros em risco: idosa de 91 anos tem 100% de sua aposentadoria comprometida por 14 empréstimos feitos em um único banco
Receita Federal está de olho em despesas de saúde falsas
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play