Sábado, 22 de junho de 2024

Em visita ao Senado, Bolsonaro nega conversar com Mauro Cid

O ex-presidente Jair Bolsonaro foi ao Senado na tarde desta quinta-feira (18) visitar o gabinete do filho senador, Flávio Bolsonaro (PL-RJ). Bolsonaro falou com a imprensa no loca. Quando questionado sobre o ex-ajudante de ordens, Mauro Cid, Bolsonaro respondeu: “Cada um segue a sua vida”.

Cid está preso há 15 dias. Ele foi alvo de operação que investiga fraudes em cartões de vacinação para beneficiar Bolsonaro, familiares e pessoas próximas.

Mais cedo nesta quinta, Cid foi à Polícia Federal prestar depoimento no âmbito da operação que investiga fraudes no cartão de vacinação das famílias dele e do ex-presidente.. Cid ficou em silêncio.

“Não tenho conversado com ele. Isso aí está em segredo de Justiça. Apesar de vazar, está em segredo de Justiça. O que eu vi agora no rodapé de uma TV é que ele ficou em silêncio”, afirmou o ex-presidente.

Bolsonaro também foi alvo da operação sobre fraude no cartão de vacina. A polícia fez buscas e apreensões na casa do ex-presidente.

De acordo com as investigações, foi inserida no sistema do Ministério da Saúde a informação falsa de que Bolsonaro, a filha e pessoas próximas se vacinaram. A suspeita é que o esquema buscava viabilizar viagem da família para o exterior.

“Ele é um excelente oficial do exército brasileiro, jovem ainda, forças especiais, comandos, paraquedistas, primeiro lugar de quase todo curso que fez, tem dado o melhor de si. Peço a Deus que não tenha errado. E cada um siga a sua vida”, afirmou Bolsonaro.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Tribunal Superior Eleitoral multa parlamentares por fake news que liga morte de Celso Daniel a Lula e PT
Supremo Tribunal Federal vota para condenar ex-presidente Collor por corrupção passiva e lavagem de dinheiro
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play