Sábado, 13 de julho de 2024

Entorno de Lula vê nome favorito do presidente para assumir próxima vaga no Supremo

Há consenso entre os integrantes do governo mais próximos ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que ele mantém o advogado Cristiano Zanin como favorito para ocupar a primeira vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) aberta no governo Lula. O posto será aberto em maio, com a aposentadoria de Ricardo Lewandowski.

Zanin está sob artilharia de aliados do presidente que defendem a escolha de outros nomes para a Corte. O advogado se tornou alvo de críticas após ser contratado pelas Americanas na ação contra o BTG Pactual. As queixas chegaram a Lula.

Ministros do governo relataram que o presidente não teria considerado esse fato “um problema” e disse que, como advogado, Zanin precisa trabalhar.

Zanin disse a pessoas próximas que Lula ainda não garantiu a ninguém, inclusive a ele, a indicação ao Supremo. E que, portanto, não pode simplesmente abrir mão das atividades no escritório e deixar de advogar.

Quando é indagado sobre o fato de ter pego um cliente tão grande e controverso como as Americanas, Zanin tem ressaltado que também assumiu o caso Varig há quase 20 anos. E que é natural que seu nome seja lembrado, sem associação a Lula, em imbróglios empresariais do tipo. A longa carreira na advocacia, por sinal, é sublinhada por Zanin ao se mostrar aberto a novo desafio no STF, caso seja o desejo de Lula.

Nos últimos dias, o presidente criticou duramente Jorge Paulo Lemann, um dos maiores acionistas das Lojas Americanas. E disse que o rombo da empresa configura uma “motociata”, em comparação com o termo “pedalada fiscal”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Alexandre de Moraes suspende apreensão de e-mails de executivos da Americanas
Lula intensifica expulsão de “infiltrados” bolsonaristas no governo
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play