Terça-feira, 18 de junho de 2024

Estádio Olímpico pode virar cidade provisória para vítimas de enchentes

Antiga casa do Grêmio, o Estádio Olímpico Monumental pode virar uma cidade provisória para abrigar vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

O tricolor gaúcho foi consultado pela prefeitura de Porto Alegre sobre a possibilidade de utilizar o Olímpico, que está abandonado, e colocou o assunto para análise do Conselho de Administração e Conselho Deliberativo.

A tendência é de que a definição saia até esta quarta-feira (22), devido à urgência da situação. Nas últimas semanas, o estádio foi reativado como centro de coletas de doações.

Além de Porto Alegre, outras três regiões estão sendo considerada para servirem de estruturas provisórias para atender os desabrigados: São Leopoldo, Canoas e Guaíba.

Segundo balanço da Defesa Civil, a chuvas histórica registrada no início deste mês no Estado afetou mais de 90% dos municípios.

O Olímpico deixou de ser utilizado pelo Grêmio em 2012, quando o clube inaugurou sua nova arena esportiva. O antigo estádio foi utilizado como parte do pagamento a construtora OAS pela nova casa.

Em princípio, a ideia é que o local seja demolido para a construção de um condomínio residencial. Impasse entre a diretoria tricolor e a empresa impedem o início do projeto.

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Grêmio

Perdas de empresas gaúchas podem chegar a R$10 bilhões em razão das enchentes, avalia Fecomércio-RS
Santa Catarina registra quase mil pessoas fora de casa após chuvas atingirem o Estado
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play