Sábado, 13 de abril de 2024

Ex-Feiticeira, Joana Prado explica por que não aceita dar entrevistas: “Focada no que agrada a Deus”

Joana Prado, que famosa no final dos anos 1990 com a personagem Feiticeira, do extinto programa “H”, de Luciano Huck, fez um vídeo nas redes sociais nesta sexta-feira (23), para explicar por que não aceita convites para entrevistas e participações em programas de TV.

Hoje cristã, ela vive nos EUA com o marido, o ex-lutador Vitor Belfort, e os três filhos, e diz que sua prioridade é a família, enfatizar o presente e seguir focada “somente no que agrada a Deus”.

“Agradeço imensamente por todos os esses convites. Mas nesse momento, nessa minha jornada, sinto que é muito importante enfatizar o meu presente. Quem é a Joana agora e todas as benções que eu já recebi e tenho recebido, como mulher de Deus, esposa, mãe de três jovens incríveis e uma empreendedora dedicada. Estou focada em concentrar todas as minhas energias somente no que agrada a Deus”, disse ela.

“Minha prioridade é a minha dedicação integral na educação dos meus filhos, no meu casamento, nos cuidados pessoais, profissionais e financeiros da minha família. Estou muito focada na gestão da minha academia aqui nos EUA. É fundamental para mim honrar minha jornada de transformação e reconhecer que a antiga Joana foi deixada para trás. Como uma nova pessoa em Cristo, estou empenhada em viver plenamente no meu presente”, completa.

Arrependimento

Em entrevista em maio de 2022, no canal de Karina Bacchi, Joana falou do arrependimento que tem em ter posado nua três vezes na “Playboy”, quando estava no auge da fama.

“Claro que eu me arrependi. Porque, para mim, (a palavra) arrependimento, no hebraico, é mudança de direção, então, eu tenho que mudar minha direção. No grego, é mudança de pensamento, eu tenho que mudar meu pensamento. Eu me arrependi, sim, o que significa que eu não quero mais fazer aquilo o que eu fazia antes”, disse ela, ponderando:

“Houve um arrependimento, mas eu também entendo que para eu chegar onde eu cheguei, eu tive que viver a minha história de Feiticeira, faz parte da minha história. Eu tive que passar por aquilo para eu ter o entendimento e daí eu ter o arrependimento. Me arrependi da minha época da Feiticeira porque o arrependimento significa mudança de atitude e de pensamento, para daí ter o entendimento que é fazer e seguir tudo o que Jesus nos ensinou”.

Joana disse ainda que mesmo tendo posado nua e sido símbolo sexual, sempre se preservou muito.

“Eu falo com um super carinho da Feiticeira, porque só Deus sabe o tanto que eu sofri, mas também o tanto que eu me diverti, cresci, amadureci e aprendi com a época da Feiticeira. Eu, mesmo tento feito ‘Playboy’, mesmo tendo sido um símbolo sexual, nunca, literalmente, vendi meu corpo. Se eu fiquei com três caras do meio artístico, foi muito. Um deles foi o Vitor. Sempre me preservei muito”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Celebridades

Férias românticas! Casais famosos aproveitam para viajar após o Carnaval
Alerta: tomar certos medicamentos e dirigir pode provocar acidentes de trânsito
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play