Terça-feira, 25 de junho de 2024

Fortes chuvas prosseguem ao longo desta semana no Rio Grande do Sul

Os volumes elevados de chuva prosseguem ao longo desta semana em todo o Rio Grande do Sul. Em razão disso, as equipes do Centro de Operações da Defesa Civil do Estado e a Sala de Situação da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura seguem monitorando as condições hidrometeorológicas.

Durante o fim de semana, de acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres, os municípios que registraram os maiores volumes de precipitação foram Caçapava do Sul (155,4 mm), Encruzilhada do Sul (140,8 mm) e Dom Pedrito (124,6 mm). Já os dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) indicam Bagé (161,8 mm), Dom Pedrito (149,6 mm) e Encruzilhada do Sul (122,6 mm).

Alguns municípios, como Santo Antônio da Patrulha, reportaram danos após as chuvas intensas e queda de granizo. Lonas foram distribuídas às pessoas que tiveram as suas casas atingidas.

Em Porto Alegre, diversos pontos de alagamento são registrados desde sábado (11).

Na tarde de domingo (12), a Defesa Civil realizou uma reunião de alinhamento com sua equipe e integrantes da Sala de Situação, da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar a fim de apresentar a previsão do tempo para os próximos dias.

De acordo com a equipe de meteorologistas e hidrólogos, nesta segunda-feira (13), as chuvas intensas e volumosas ocorrem na região da Campanha e na Metade Norte, devido à atuação de uma região de baixa pressão e ao fluxo de umidade.

São esperados volumes que variam de 70 mm/dia e 110 mm/dia nas regiões Missões, Noroeste, Centro, Vales e Metropolitana. Não se descarta a possibilidade de temporais com eventual queda de granizo e rajadas intensas de vento.

Nesta terça-feira (14), as chuvas seguem persistentes e volumosas na Metade Norte, nos Vales e na Região Metropolitana. A tendência é de que na quarta-feira (15) ocorram temporais com chuvas pontualmente fortes, eventual queda de granizo e rajadas de vento na Metade Norte, devido à atuação de uma região de baixa pressão juntamente com o fluxo de umidade vindo do Norte.

“As equipes da Defesa Civil seguem acompanhando a evolução do evento climático, apoiando os municípios que demandam e atuando em sinergia com outros órgãos e forças de resposta para apoio, em caso de desastre”, informou o governo do Estado.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Um em cada três estudantes inscritos não compareceu ao segundo dia de provas do Enem
REPATRIADOS
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play