Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Foto da Rainha Elizabeth tirada por Kate Middleton foi alterada, diz agência

Outra fotografia oficial envolvendo Catherine, a princesa de Gales, foi manipulada digitalmente, de acordo com uma importante agência fotográfica, gerando uma segunda controvérsia sobre retoques reais no momento em que Kate foi vista em público pela primeira vez em meses.

A Getty Images disse que a fotografia da Rainha Elizabeth II com seus netos e bisnetos, tirada por Kate e divulgada pelo Palácio de Kensington no ano passado, foi “melhorada digitalmente”, e uma análise da CNN encontrou sinais de alteração em até 19 lugares.

Algo semelhante ocorreu com uma fotografia de Catherine e seus filhos no Dia das Mães, supostamente tirada pelo Príncipe William, que também foi retocada. Buscando acalmar o alvoroço que se seguiu à primeira foto editada, Kate pediu desculpas e afirmou na última segunda-feira (11) que gostava de “experimentar” com a edição de imagens.

As inconsistências recentemente descobertas numa segunda fotografia real colocam Kate no centro de ainda mais questões e ameaçam destruir as relações da realeza com as principais agências de notícias e fotografia.

É uma controvérsia que os galeses não aceitarão, surgindo em meio a um período de intenso escrutínio sobre a saúde e o estado da princesa. No sábado (16), o príncipe William e Kate foram vistos e fotografados em uma loja de fazenda perto de sua casa, amenizando questões sobre sua saúde.

A princesa também foi fotografada no início deste mês dentro de seu carro particular saindo do Castelo de Windsor, enquanto participava de um encontro particular em 11 de março, disse anteriormente o Palácio de Kensington à CNN.

Ela não tinha sido vista em público desde que o palácio informou que ela passou por uma cirurgia abdominal em janeiro.

A mais recente polêmica centra-se numa fotografia publicada em abril de 2023, que mostra a Rainha – falecida em setembro de 2022 – rodeada por 10 dos seus jovens familiares.

O palácio disse que a imagem foi tirada por Kate no Castelo de Balmoral, na Escócia, meses antes da morte da rainha, mas as correções levaram à confusão sobre se a imagem foi de fato costurada a partir de várias fotos diferentes.

As inconsistências na foto de Balmoral incluem um desalinhamento na saia e no cobertor da Rainha e no sofá em que ela está sentada. Os fios do cabelo da princesa Charlotte parecem ter sido clonados, enquanto a borda do ombro do príncipe Louis está desfocada e parece se sobrepor ao fundo. A iluminação de vários membros da realeza na foto também não corresponde à iluminação geral da imagem.

Getty disse em nota do editor que a imagem “foi aprimorada digitalmente na fonte”. A CNN entrou em contato com a agência; O Palácio de Kensington recusou-se a comentar quando contatado na terça-feira (19).

Em comunicado à CNN, a empresa disse: “A Getty Images está realizando uma revisão das imagens dos folhetos e, de acordo com sua política editorial, está colocando uma nota do editor nas imagens onde a fonte sugeriu que elas poderiam ser aprimoradas digitalmente”.

No breve pedido de desculpas de Kate pela foto do Dia das Mães, ela não explicou por que altera suas fotografias, nem por que o Palácio de Kensington não divulgou suas alterações às agências fotográficas.

A repreensão de Getty e outros é mais do que apenas um constrangimento para a realeza.

A família, tal como inúmeros governos e instituições em todo o mundo, depende de agências para distribuir as suas imagens aos meios de comunicação. Mas essas empresas têm regras rígidas sobre permitir apenas edições mínimas; ao manipular secretamente as suas fotografias em vários locais, a realeza pintou-se como potenciais distribuidores de desinformação.

A Getty, em particular, há muito tempo mantém um relacionamento próximo com o Palácio de Kensington; eles têm sido frequentemente convidados para realizar sessões de fotos da realeza e patrocinaram eventos reais.

Kate está fazendo uma pausa nas funções públicas enquanto se recupera da cirurgia, uma ausência prolongada que deu origem a uma série de teorias da conspiração online e a perguntas sobre sua saúde na mídia britânica. Enquanto isso, o rei Charles III assumiu funções mais leves depois de anunciar seu diagnóstico de câncer em fevereiro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Governo federal lança plano de prevenção e combate à violência contra a mulher
Confira o serviço de jogo para Botafogo x Grêmio, pelo Brasileirão A1
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play