Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Frente Parlamentar em Defesa do Setor Produtivo do Arroz será lançada na Expointer

A primeira Frente Parlamentar em Defesa do Setor Produtivo do Arroz na história da Assembleia Legislativa será instalada durante a 46ª edição da Expointer, em Esteio. Proposta e presidida pelo deputado Marcus Vinícius de Almeida (PP), o grupo de trabalho será lançado oficialmente no dia 28 de agosto, às 18h, dentro do Parque de Exposições Assis Brasil.

De acordo com o proponente, a Frente é uma demonstração de apoio à indústria do arroz e ao bem-estar alimentar da população, além de ser um caminho para políticas públicas mais efetivas para o setor. “O arroz transcende o campo alimentar para se tornar um símbolo de nossa cultura. A coalizão que estamos lançando não apenas reconhece o valor do arroz, mas busca soluções para os desafios enfrentados pelos produtores, salvaguardando a sustentabilidade da produção e o fluxo constante em nossas mesas”, disse Marcus Vinícius.

O parlamentar também ressaltou o momento da instalação e fez referência ao Parque de Exposições. “O Rio Grande do Sul obteve em sua safra de arroz 2022/2023 uma produção de 7,2 milhões de toneladas, a segunda maior produtividade da história. Ao mesmo tempo, em meio à Expointer, que proporciona um espaço de encontro para produtores, especialistas e entusiastas do setor, cria um ambiente propício para a criação desse grupo de trabalho, porque acima de tudo, esse espaço sublinha a colaboração entre os setores público e privado”, explicou o deputado.

Segundo o presidente do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), Rodrigo Warlet Machado, o arroz serve de alicerce econômico, sustentável e social, ancorando inúmeras famílias gaúchas ligadas à sua produção. “Isso suscita a expectativa de uma maior visibilidade do setor no cenário político, conduzindo a políticas públicas mais eficazes, que beneficiarão tanto os produtores quanto os consumidores finais. O lançamento durante a Expointer traduz muito disso”, ressaltou Rodrigo.

O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, projeta que o futuro do segmento é promissor. “Aliando e ajustando a sintonia do público com o privado, do produtor ao consumidor, o setor só tem a crescer. É mais um passo pela representação que precisamos”, salienta o presidente.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Agro

Carro pega fogo após acidente envolvendo ônibus com crianças na Zona Norte de Porto Alegre
Expointer terá seminário “Invasão Zero” para discutir segurança no campo
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play