Domingo, 21 de julho de 2024

Governador Eduardo Leite diz a deputados estaduais que RS terá queda brusca no PIB

O impacto econômico projetado para o PIB no Rio Grande do Sul, apenas com a perda produtiva deverá ficar entre R$ 10 bilhões e R$ 14 bilhões, segundo dados levados ontem pelo governador Eduardo Leite, na reunião que teve com deputados estaduais, no Salão Júlio de Castilhos, na sede do Legislativo. No somatório geral, a queda será de 12% em toda a atividade de 2024. Ele estima que este episódio das enchentes se configure como um dos eventos de maior dano econômico do século 21 em todo o mundo, tendo acarretado prejuízos entre 20 e 30 bilhões de dólares. O governador detalhou os principais pontos do Plano Rio Grande, que será a alavanca para a reconstrução do Estado.
Reunião com ministro Haddad busca compensações para perda de ICMS
No encontro com os deputados estaduais, o governador anunciou que terá nesta terça-feira (25), reunião em Brasília, com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. Eduardo Leite quer encontrar uma forma menos rigorosa para o Estado utilizar os recursos do fundo gaúcho que serão oriundos do adiamento da dívida do Estado com a União. O governador gaúcho busca ainda, uma compensação das perdas do ICMS estimadas em R$ 10 bilhões este ano.
No STF, audiência para discutir a dívida com a União
Às 10h30min, audiência de conciliação convocada pelo ministro Luiz Fux terá os representantes da OAB gaúcha, autora da ação, e do governo federal para avaliar a perícia juntada aos autos, demonstrando que a dívida com a União já foi paga.
Melo culpa governo federal pelo fim do cadastro para o Auxilio Reconstrução
Em nota oficial, o prefeito de Porto Alegre Sebastião Melo resolveu tirar das suas costas o peso pela suspensão de novas liberações do Auxilio Reconstrução, que recebe recursos do governo federal. Segundo a nota da prefeitura, em razão da decisão do governo federal de encerrar o ingresso de novas famílias no Auxilio Reconstrução, estarão suspensos novos cadastros do Registro Unificado a partir desta terça-feira, 25 de junho. Conforme a nota da prefeitura, o sistema permanecerá aberto apenas para atualização cadastral.
Governo do Estado vai incentivar adoção de pets
Inspirado pelo vice-governador Gabriel Souza, que é médico veterinário, o governo do Estado apresenta projeto elaborado pelo Gabinete de Projetos Especiais do Vice-governador e pela Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura para incentivar a adoção de pets. A proposta prevê pagamento de R$ 450 para quem adotar animal da enchente. Na justificativa do projeto, a Sema (Secretaria do Meio Ambiente), aponta que 15.259 animais estão abrigados em 353 locais de todo o Estado. Os destaques são Canoas, que conta com 5.335 animais, e Porto Alegre com 4.223.
Assembleia libera R$ 40 milhões para programas de assistência a vítimas das enchentes
A Assembleia Legislativa dará mais uma contribuição expressiva para atender dois programas de apoio a pessoas carentes. Por acordo de líderes das bancadas, o Legislativo vota nesta terça-feira projeto que libera R$ 20 milhões do Fundo de Reaparelhamento da Assembleia Legislativa para o movimento Rio Grande Contra a Fome e outros R$ 20 milhões para o Programa Porta de Entrada do governo do Estado.
Prefeitura quer usar R$ 77 mihões da previdência, para recuperar a cidade
O município de Porto Alegre poderá contar com um aporte de mais R$ 77 milhões para atender programas de recuperação da cidade. Os recursos estão previstos no projeto que o prefeito Sebastião Melo enviou à Câmara de Porto Alegre permitindo que sejam adiados os repasses à previdência municipal até o final do ano. Os 77 milhões seriam os valores que o município deveria repassar ao Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) a título de contribuições patronais entre maio e dezembro.
Expectativa com Plano Safra
Esta semana, Lula deve participar do lançamento do Plano Safra e Plano Safra Agricultura Familiar. Será na quarta-feira (26).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Mudanças climáticas: causas e consequências
Jatos da Presidência geram indignação em SP
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play