Sábado, 13 de julho de 2024

Governo gaúcho apresenta nova política de Tecnologia da Informação e Comunicação

Promover uma maior eficiência na execução de políticas públicas apoiadas na TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) é o objetivo principal da nova estratégia apresentada pelo governo do Estado a secretários e gestores da área nesta quinta-feira (04), em Porto Alegre.

Durante o Seminário Estratégia de Governo Digital e TIC, realizado na Nau Live Spaces, o governador Eduardo Leite assinou o decreto que institui a política definidora do plano de TIC no Estado. Além disso, deu início ao processo de cocriação da nova Estratégia Digital rs.gov.br.

O novo posicionamento estratégico da Procergs (Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio Grande do Sul) também foi apresentado na ocasião. O evento contou ainda com palestras de especialistas, que compartilharam as principais tendências e boas práticas de mercado para inspirar a implementação do planejado, além de um workshop para discussão com as equipes técnicas.

“O digital nos proporciona revisitar fluxos. Nossa obrigação como gestores públicos é observar a jornada do cidadão para torná-la mais simples e resolutiva. Estou feliz com o passo que estamos dando, mas de nada adiantará ter a excelência do time se a mudança não estiver na mentalidade de todos no governo”, explicou Leite. “Ao nos alinharmos, conseguiremos transformar a vida do cidadão.”

Reconhecido nacionalmente como o Estado líder na oferta de serviços públicos digitais aos cidadãos, o Rio Grande do Sul projeta, com a nova política, avançar ainda mais na qualidade das entregas feitas à população a partir da priorização das demandas que estejam alinhadas às diretrizes estratégicas do governo.

Liderada no governo estadual pela Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão, a nova política de TIC será operacionalizada pela Subsecretaria de Governança e Estratégia de TIC e Digital (STI), criada em 2023, e apresenta ajustes nas ações do governo na área.

O plano tem por objetivo assegurar o alinhamento estratégico e a atuação transversal em todos os níveis de governo; consolidar os mecanismos de transparência e da governança; modernizar e agilizar processos; promover uma moderna e eficiente governança de dados; fortalecer a articulação com os municípios; e fomentar uma agenda de desenvolvimento mais ágil, articulado e inovador.

Entre as novidades instituídas pelo decreto, está a presença de representantes de todas as secretarias no Comitê de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação, com a presidência do governador, e a estruturação da estratégia de TIC a partir de um Plano Diretor, um Plano Anual de Execução de Projetos e um Plano Anual de Contratações.

“O Rio Grande do Sul vive na vanguarda em termos de oferta de serviços digitais, mas podemos sempre aprimorar a experiência do cidadão. Com a nova política de TIC, a atualização da estratégia digital rs.gov.br e a atuação da Procergs seremos capazes de seguirmos avançando e, ao mesmo tempo, incluir também os municípios”, afirmou a titular da SPGG, Danielle Calazans.

A adesão do Poder Executivo estadual e dos municípios gaúchos ao Sistema Eletrônico de Informações, ferramenta de gestão de documentos e processos eletrônicos utilizada pelo governo federal e diversos órgãos públicos, também está entre as ações previstas pelo governo.

“A nova política que define a estratégia de TIC representa um passo crucial em direção à modernização e eficiência na gestão pública, com um olhar transversal para o governo do Estado”, destacou o subsecretário da STI, Maurício Lacerda.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Ministro da Justiça diz que os “fugitivos de Mossoró estavam em um comboio do crime”
Ministério da Saúde aprova estratégia de Porto Alegre para multivacinação
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play