Domingo, 16 de junho de 2024

Há 40 anos, o Grêmio se tornava campeão do mundo pela primeira vez no Japão

Há exatamente 40 anos, em 11 de dezembro de 1983, o mundo conhecia o Grêmio. Em uma tarde fria no Estádio Nacional de Tóquio, no Japão (início da madrugada no Brasil), a bola começava a rolar para o jogo mais significativo dos 80 anos do clube gaúcho.

O grande Campeão da Copa Libertadores da América representava o Continente contra os poderosos europeus do Hamburgo, alemães que haviam superado a Juventus da Itália na decisão da Champions League daquele ano.

O Tricolor não era o favorito, mas jogando com garra e técnica mostrou o futebol gaúcho para o mundo. O jovem Renato Portaluppi entortou os alemães e marcou os dois gols da vitória gremista que aconteceu na prorrogação.

O apito final deu início à festa. Um clube, surgido no longínquo ano de 1903, tornava-se a maior agremiação de futebol do planeta colocando Porto Alegre e o Rio Grande do Sul no mapa do futebol mundial.

Há 40 anos, uma equipe inesquecível conquistava o maior título da história do Grêmio. Vale lembrar que, em 2017, a Fifa reconheceu os títulos mundiais e incluiu em sua lista oficial os vencedores dos torneios disputados de 1960 a 2004, entre o campeão sul-americano e o europeu.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Grêmio

Hamas diz que nenhum refém sairá “vivo” da Faixa de Gaza sem “negociação”
Alario e Scarpa estão na mira do Inter para a temporada de 2024
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play