Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Homem espancado por moradores após ser vítima de fake news tem morte encefálica no litoral de São Paulo

Osil Vicente Guedes, o homem brutalmente espancado após ser acusado injustamente de roubar uma motocicleta, teve a morte encefálica [parada de todas as funções do cérebro] confirmada pelo Hospital Santo Amaro (HSA), em Guarujá, no litoral de São Paulo. O motorista de um carro flagrou as agressões.

A agressão ocorreu em Vicente de Carvalho, no município de Guarujá, na última quarta-feira (3). A Polícia Militar informou ter sido acionada para atender uma ocorrência em que um homem era agredido com pedras e um pedaço de madeira.

Pega Ladrão

Testemunhas disseram à PM que as agressões começaram após um grito de “pega ladrão” direcionado à vítima. O dono da moto, porém, informou a corporação que conhece Osil e que emprestou o veículo para ele.

Osil estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo o HSA, após a confirmação da morte encefálica, existem procedimentos a serem feitos caso o paciente seja doador de órgãos. A família da vítima recebe acompanhamento psicológico por um profissional do hospital.

Entenda o caso

A agressão ocorreu, na última quarta-feira (3), entre a Rua Tambaú e a Avenida Oswaldo Cruz, em Vicente de Carvalho. Um motorista de um carro fez um vídeo e flagrou o momento da agressão. As imagens mostram o homem de camiseta vermelha sentado no meio da rua e rodeado por três moradores. Um deles, de camiseta branca e boné, bate com um capacete na cabeça do homem.

Na sequência, outro agressor dá um tapa na nuca dele. O mesmo homem puxa a vítima pela camiseta e a joga próximo à guia. Assim que o homem cai sentado, ele é agredido mais uma vez na cabeça com um pedaço de madeira e cai desacordado no asfalto.

Enquanto registrava a violência, o autor do vídeo afirma: “Não está bom para ladrão de moto, não. Ladrão de moto está se lascando”. De acordo com o boletim de ocorrência, o homem agredido foi levado para o Hospital Santo Amaro com ferimentos graves na cabeça. Ainda não há informações sobre os agressores.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que a Polícia Civil investiga o caso de agressão ocorrido no bairro Pae-Cará, em Guarujá. Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência e, no local, encontraram um homem no chão, com ferimentos na cabeça. Foram requisitados exames pericias e o caso foi registrado como lesão corporal no 2º DP de Guarujá.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Fóssil humano de quase 12 mil anos é encontrado em Goiás
Jovens que completaram 15 anos já podem tirar título de eleitor
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play