Sábado, 24 de fevereiro de 2024

Homem tenta arrombar carro com mulher dentro, não consegue e quebra veículo a chutes em Florianópolis

Uma mulher filmou o momento em que um homem tenta arrombar o carro em que ela estava e, sem sucesso, começa a dar vários chutes no veículo até arrancar o retrovisor em um estacionamento de Florianópolis. A vítima, de 26 anos, afirmou que não conhecia o homem que estava com abadá de carnaval e que já foi identificado pela polícia.

O caso ocorreu por volta das 6h de domingo (19) em um estacionamento no Centro da cidade. A vítima, que não quis se identificar, esperava a namorada sair do desfile de carnaval.

O homem se aproximou e tentou abrir todas as portas. A vítima, então, começou a filmar.

“Passaram dois caras. OK, cheio de gente ali, eles passaram, não fizeram nada, só que um voltou. No que esse voltou, eu já travei as portas, os vidros, todos eles subiram. Ele tentou abrir a porta, todas as maçanetas. Daí eu falei ‘moço, dá licença’. E nesse tempo ele foi lá para trás, ele tentou até abrir o porta-malas e ele fez xixi”, relatou ela.

Nas imagens, o homem tenta abrir a porta do passageiro. Como não consegue, ele dá vários chutes no espelho retrovisor, tenta arrancar com as mãos, e segue tentando invadir o carro e dando chutes, até que desiste e vai embora.

De acordo com a jovem, toda a ação levou cerca de 5 minutos. Ela contou que registrou boletim de ocorrência online e que nesta segunda (20) esteve na delegacia para mostrar as imagens à polícia.

Danos

A alça da porta do carro chegou a ser arrancada. “Foi um momento assim muito rápido, que durou uma eternidade e a minha única reação foi gravar. Eu espero achar esse sujeito”, resumiu a vítima.

A Polícia Civil disse em nota que já identificou o suspeito e que ele se apresentou na Central de Plantão Policial, onde foi interrogado. Nessa quarta (22), a vítima será ouvida e serão realizados os últimos atos para a conclusão do inquérito.

O caso também está sendo verificado pela Polícia Militar. A PM reforçou que, em casos assim, o recomendado é primeiro procurar as forças de segurança, porque a divulgação em redes sociais pode fazer o criminoso mudar o local de atuação, o que dificulta a prisão.

Agressor

Por meio da advogada de defesa, o autor do crime afirmou que “sente profundamente pelo transtorno” e “pretende colaborar e reparar o dano patrimonial”.

“[Ele] Esclarece que jamais teve intenção de fazer mal à denunciante ou a qualquer outra pessoa. Os fatos não condizem com a postura cotidiana do envolvido e segue à disposição para esclarecimentos”, conclui o comunicado.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Juliana Alves “flutua” na Sapucaí ao se transformar em Iemanjá em efeito impecável
Putin cancela acordo nuclear com os Estados Unidos e coloca novos mísseis à disposição para o combate
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play