Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Hóspedes encontram câmera em quarto de resort em Porto de Galinhas

Um casal de turistas encontrou uma câmera escondida em um quarto de hotel do resort onde se hospedavam. Caso aconteceu na última semana em Porto de Galinhas, litoral de Pernambuco, e está sendo investigado pela Polícia Civil do Estado.

De acordo com a polícia, os turistas perceberam o equipamento ao notarem uma luz em uma das tomadas do quarto. Ao olharem de perto, perceberam que havia um aparelho de gravação que estava apontado para a cama de casal do quarto.

“A finalidade, ao que parece, era captar cenas de relações sexuais de todos que utilizassem o quarto”, disse o delegado Ney Luiz Rodrigues.

Conforme o delegado, havia um cartão de memória anexado ao dispositivo. Não há como mensurar quando o aparelho foi instalado. A polícia descarta que os proprietários do imóvel tenham sido os responsáveis pela instalação.

Segundo Rodrigues, responsável pela investigação, o caso será investigado como “registro não autorizado de intimidade sexual”.

Entenda
De acordo com o relato do casal no momento do registro da ocorrência, a hospedagem começou no dia 13 de janeiro. Desde o início, os turistas notaram que havia uma tomada em frente à cama do casal, cujo uso era inviabilizado pelo painel de madeira que a cobria, impedindo que ela fosse utilizada.

No dia 17 de janeiro, o casal estava utilizando a lanterna do celular, pois desconfiavam que havia baratas no painel da televisão. Em determinado momento, a lanterna do celular refletiu num ponto na tomada. Ao desmontarem a tomada, perceberam que se tratava de uma “câmera espiã”.

Ao pesquisarem na internet o modelo da câmera encontrada, perceberam que os modelos vendidos pela internet oferecem gravação e também transmissão em tempo real das gravações, via internet. Depois disso, procuraram a polícia.

A empresa responsável pela administração do imóvel afirmou em nota (confira a íntegra abaixo) que “repudia esse tipo de atividade criminosa” e que está prestando todo apoio aos hóspedes e às autoridades policiais.

Nota

“Repudiamos esse tipo de atividade criminosa e estamos prestando todo apoio aos hóspedes e às autoridades policiais para que os responsáveis por tal crime sejam encontrados e punidos. A Carpediem Homes é uma empresa séria, com mais de 5 anos de tradição no mercado, mais de 50.000 hospedagens concluídas sem intercorrências similares. Nosso papel é distribuir os imóveis de temporada em portais como a Booking.com entre outros, oferecendo estadias seguras em 4 estados do Nordeste. Tal ato criminoso é raro, contudo, quadrilhas podem estar se especializando nesse tipo de ação, haja vista que esses equipamentos não têm qualquer tipo de proibição ou regulação de venda no comércio online. Estamos investindo em tecnologia de detecção para continuarmos a oferecer os mais altos padrões de segurança com seriedade e credibilidade.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

ONU afirma que superlotação, água inadequada e saneamento precário impulsionam hepatite A em Gaza
“Enem dos concursos” já tem meio milhão de inscritos, afirma governo
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play