Sexta-feira, 01 de julho de 2022

loader

Isolamento social contra o coronavírus deixa de ser exigido em quase 60% das cidades brasileiras

O percentual de cidades brasileiras com medidas de isolamento social e serviços não essenciais fechados por causa do coronavírus vem caindo semanalmente, segundo um levantamento da CNM (Confederação Nacional de Municípios).

Em 57,4% das cidades do País, não há mais esse tipo de restrição. A pesquisa ouviu 1.855 gestores municipais de 18 a 21 de outubro. Segundo a CNM, apenas 39,2% das cidades estão com atividades econômicas limitadas. Esse é o menor percentual já registrado pelo levantamento, que começou a ser feito semanalmente em março deste ano.

Há dois meses, o relatório apontava que mais de 60% das cidades mantinham restrições de isolamento social. A flexibilização tem sido atrelada, na maioria dos casos, ao cenário epidemiológico de cada local. O relatório da CNM também apontou que mais de 1.400 municípios não registraram óbitos por Covid-19 no período do levantamento.

Quase 30% das cidades não tiveram novos casos da doença. Outros 23,9% dos municípios apresentaram diminuição no contágio.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Rio Grande do Sul registra 593 novos casos de Covid-19 e mais seis mortes provocadas pela doença
Homem é condenado a mais de 17 anos de prisão por roubo e extorsão contra idosos na Serra Gaúcha
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play