Sábado, 02 de março de 2024

Juliana Souza homenageia a gaúcha Deise Nunes no Carnaval carioca

A rainha de bateria da União da Ilha, Juliana Souza, homenageou no segundo dia dos desfiles da Série Ouro, a gaúcha Deise Nunes, que reinou na escola por 16 anos. Deise Nunes foi também a primeira mulher negra a ganhar o concurso Miss Brasil.

A fantasia, avaliada em 120 mil, tem pedra, led, pena e muito brilho. Para dar conta do figurino que “pesa mais de 10 kg”, a rainha intensificou os exercícios e comemora o corpo mais fininho este ano. Confessa, no entanto, que não vê a hora de comer um pudim ou um bolo: “Sou formiguinha”.

O look é uma releitura usada por Deise em 1989, quando ela veio à frente da bateria representando Ísis, uma deusa egípcia exaltada por sua bondade.

Deise também irá desfilar pela escola esta noite e ainda não viu a surpresa. “Ano passado, quando eu assumi, ela me ligou para dar parabéns, principalmente por eu ser da comunidade. Desfilo desde pequena pela pela Ilha e sou apaixonada pela minha escola”.

A União da Ilha levará para Sapucaí o enredo “O Encontro das Águias no Templo de Momo”, desenvolvido pelo carnavalesco Cahê Rodrigues.

Madrinha da Escola Insulana, a Portela, que completou 100 anos de fundação, será a grande homenageada do desfile, mas fez questão também de homenagear ícones da Ilha.

“A Deise Nunes é um patrimônio da União da Ilha e do Brasil, foi a primeira negra a conquistar o título de Miss Brasil em uma época em que a desvalorização dos negros era enorme. Na União da Ilha ela também fez história por mais de uma década. É um presente para mim homenageá-la, relembrando um dos carnavais mais épicos da União até hoje, todos cantam este samba”, disse a rainha de bateria que chegou na escola ainda no ventre da mãe.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Transcrição de áudio está em teste para chegar ao WhatsApp
Musa da Portela, Adriane Galisteu posta clique ousado no Rio de Janeiro
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play