Quinta-feira, 02 de dezembro de 2021

loader

Leilão do 5G: Claro, Vivo e Tim arrematam lotes nacionais e terão de levar internet às escolas

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) encerrou nesta sexta-feira (5) o leilão do 5G, com a oferta de lotes na última das quatro faixas, a de 26 Ghz, por meio da qual devem ser oferecidas funcionalidades para redes empresariais em setores como indústria, mineração e logística. As vencedoras terão como compromisso a implementação de projetos de conectividade de escolas públicas urbanas e rurais.

A Claro arrematou os primeiro lotes oferecidos: o G1, por R$ 52,8 milhões, e o G2, R$ 52,825 milhões . A Vivo ficou com os lotes G3, G4 e G5, cada um pelo mesmo valor de R$ 52,824 milhões. Todos esses lotes são de abrangência nacional.

Entre os lotes regionais da faixa de 26 Ghz, a Tim arrematou o H19 (Sul), por R$ 8 milhões e ágio de 6,12%; o H25 (Rio, Espírito Santo e Minas), por R$ 11 milhões; e o H31 (São Paulo), por R$ 12 milhões, ágio de 5,97%. A empresa também ficou com o lote I6, de abrangência nacional, oferecendo outorga de R$ 27 milhões; o J20 (Sul), por R$ 4 milhões, ágio de 6,12%, o J26 (Rio, Minas e Espírito Santo), por R$ 6 milhões; e o J33 (São Paulo), também por R$ 6 milhões.

A Algar ficou com os lotes H38, por R$ 935 mil; H39, por R$ 1,037 milhão; e H40, por R$ 1,037 milhão, todas com abrangência no sul de Minas e partes de Goiás, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

A Fly Link arrematou o H42, também com abrangência no sul de Minas e partes de Goiás, São Paulo e Mato Grosso do Sul, por R$ 900 mil, e passa a ser nova prestadora de serviços móveis no País.

A Neko ficou com o lote J32, com abrangência no Estado de São Paulo, por R$ 8,492 milhões, e será mais uma nova prestadora de serviços móveis no País.

Na quinta-feira, o governo arrecadou R$ 7,1 bilhões no leilão, um ágio médio (valor adicional ao mínimo que era exigido no edital) de quase 250% sobre o lance mínimo, segundo um levantamento da Conexis, associação que representa as maiores operadoras do País. Incluindo os investimentos que as empresas terão de fazer, o leilão já movimentou R$ 43,7 bilhões.

Os principais grupos de telecomunicações – Claro, Vivo e Tim – arremataram os blocos mais nobres, mas quatro empresas conseguiram entrar no mercado de telecomunicações e devem ampliar a concorrência no setor.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Pfizer diz que pílula experimental reduziu em 89% risco de mortes e internações por Covid
MEC prorroga até 31 de dezembro prazo para renovação de contratos do Fies
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play