Terça-feira, 18 de junho de 2024

Mais que futebol

Ao chegar em Porto Alegre-RS, no início de 2023, Luis Suárez, craque uruguaio consagrado internacionalmente, despertou entusiasmo, bem como dúvidas junto aos torcedores do Grêmio, afinal, tratava-se de um jogador em fim de carreira. Na chegada, um repórter lhe perguntou se conhecia o famoso DVD do treinador e ídolo gremista, Renato Portaluppi. Suárez disse que não conhecia, mas iria assistir, revelando, já nos seus primeiros passos, a humildade que o faria triunfar, passados tão somente 11 meses de sua contratação e de sua prematura despedida.

 

O esporte é pródigo em exemplos de superação, lições para o mundo corporativo e para o enfrentamento da própria vida de modo geral. Ao trabalhar com elementos técnicos quase tanto quanto o conjunto de competências sociais e emocionais, o futebol, trazido ao Brasil, em 1894, por Charles Miller, se revelou uma inesgotável fonte de aprendizados, tanto bons, quanto ruins. De certa forma, podemos dizer que o futebol imita a vida, e até por isso suas lições são tão impactantes e valiosas. Ao se despedir, neste último dia 03.12.2023, ungido e consagrado como mais um dos grandes ídolos tricolores, Luis Suárez deixa um importante legado para atletas, gestores e para todos aqueles que apreciam exemplos de superação. São ensinamentos que brotaram de modo espontâneo, sinalizando haver estreita simbiose entre o craque dentro de campo e o homem fora das quatro linhas.

 

Numa época de tantos apelos ao fútil, ao efêmero e às tentações de uma vida desregrada, a passagem do quarto maior artilheiro do mundo em atividade pelo RS, deixa importantes lições. Os jovens, especialmente eles, tiveram uma chance real de aprender como ser um vitorioso, sem que tenham que condescender com a peraltice e com descaminho, que já ceifaram tantas promessas, além de aleijar outras muitas. Existisse um manual de Suárez para aprendizes do futebol, penso que os atributos abaixo não deixariam de constar para orientar o comportamento e servir de um guia seguro para essa nova geração que está chegando e que tanto aspira ao sucesso:

 

HUMILDADE: condição de ídolo mundial de um esporte que o fez milionário e reconhecido, não lhe tiraram o jeito simples de conviver com todos, independentemente de posição ou cargo;

 

ABNEGAÇÃO: lutar em campo como se estivesse em sua última partida, em toda e qualquer disputa, não foi apenas um gesto isolado, mas uma comovente entrega e disposição para nunca desistir;

 

RESILIÊNCIA: teve capacidade para superar seus problemas, a exemplo das dificuldades em sua infância, a fama de morder literalmente os adversários em campo e as dores quase que insuportáveis em seus joelhos;

 

DISCIPLINA: aos 36 anos, cuida-se e prepara-se fisicamente com uma disposição juvenil, além de manter rigor exemplar em relação ao seu equilíbrio físico e mental;

 

COMPANHEIRISMO: conversa, apoia a incentiva seus companheiros, dentro e fora de campo, denotando perfeita compreensão da importância da colaboração e cooperação para o sucesso comum;

 

RESPONSABILIDADE: apesar da agenda apertada, não se furta de estar presente e apoiar sua família e integrá-la ao meio em que vive, trazendo-os, em todos os momentos, para junto de si, reconhecendo a importância dos mesmos para seu equilíbrio e êxito;

 

INTEGRAÇÃO COMUNITÁRIA: abraçou o Rio Grande do Sul e Porto Alegre como sendo seus. Por isso e por sua relevância para o esporte gaúcho, foi agraciado com a Medalha do Mérito Farroupilha, pela Assembleia Legislativa do RS e Cidadão Porto-Alegrense, pela Câmara de Vereadores de Porto Alegre-RS;

 

Pela combinação de talentos excepcionais como atleta e uma postura diferenciada enquanto cidadão, não é exagero dizer que Luis Suárez deixa um inestimável legado para todos nós. O conjunto de virtudes aqui trazidas, e que obviamente não se esgotam na breve lista que citei, convertem-se numa fonte de inspiração, quer para jovens atletas, quer para quaisquer outras atividades nas quais a conjugação de talento, determinação e profissionalismo sejam atributos inseparáveis para o sucesso sustentável.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Dias contados?
Até oposição estima ao menos 50 votos pró-Dino
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play