Terça-feira, 25 de junho de 2024

Ministério da Educação estuda o fim dos cursos de licenciatura 100% a distância

O ministro da Educação, Camilo Santana, afirmou que o governo federal cogita proibir que cursos de licenciatura tenham 100% da carga horária na modalidade de ensino a distância (EaD) e planeja outras mudanças nos cursos de formação de professores on-line.

Para o ministro, o momento é de avaliação das licenciaturas não presenciais, que em novembro tiveram as autorizações para novos cursos 100% EaD suspensas por 90 dias. “A ideia do ministério é não permitir mais cursos sempre EAD. Então, vamos definir se vão ser 50%, 30% da carga horária”, declarou Santana na terça-feira (5).

A preocupação com a formação dos professores brasileiros foi manifestada pelo ministro em entrevista coletiva após a apresentação dos resultados obtidos pelo Brasil no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) 2022. O levantamento mostrou que menos de 50% dos alunos sabem o básico em matemática e ciências. O levantamento foi divulgado pela OCDE (Organização Para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

“Temos no Pisa uma ferramenta importante como orientação para decisões políticas do governo brasileiro. Na federação, o papel da execução da educação básica é dos Estados e dos municípios. Portanto, o papel do MEC é de coordenar esse processo, ser o grande maestro dessa política educacional brasileira para garantirmos a qualidade da educação das crianças e jovens brasileiros”, declarou Santana.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Nicolás Maduro divulga o “novo mapa” da Venezuela com incorporação de Essequibo, na Guiana
Cantor sertanejo Zé Neto fica ferido após sofrer acidente em Minas Gerais
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play