Sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Ministro da Justiça Anderson Torres testa positivo para covid após reunião com Bolsonaro

O ministro da Justiça Anderson Torres anunciou, na tarde desta terça (5), que testou positivo para a Covid-19. Em seu perfil no Twitter, ele disse que não tem sintomas e que se sente bem. Pela manhã, ele esteve com o presidente Jair Bolsonaro (PL) em reunião ministerial. Após receber o teste com resultado positivo, o ministro cancelou presença em almoço com a Frente Parlamentar do Empreendedorismo (FPE), previsto para o começo da tarde.

Mais cedo, ele esteve com Bolsonaro e outros ministros do governo em reunião ministerial, que serviu para o presidente cobrar alinhamento de sua equipe e evitar ruídos durante a corrida pela reeleição. O encontro durou cerca de quatro horas e também foi discutido como divulgar ações do governo neste período, sem ferir a legislação eleitoral.

Entre os presentes no encontro, além de Torres e Bolsonaro, estiveram os 10 ministros que assumiram seu posto no fim de março, além do ex-ministro Walter Braga Netto e do ex-secretário Fabio Wajngarten, que atuam na campanha do presidente.

De acordo com a nota divulgada pelo ministério, Torres decidiu fazer o exame porque participou de solenidades em Montes Claros (MG) e em Florianópolis (SC) e manteve contato com diversas pessoas. O exame foi feito no “início da semana”, mesmo com o ministro assintomático.

“Dessa forma, como não apresentava sintomas, participou de algumas agendas. Porém, hoje, às 12h30, o resultado do exame deu positivo. Por conta disso, todos os seus compromissos foram cancelados e o ministro segue em isolamento”, diz a nota.

Segunda infecção

Em 22 de junho, Torres esteve em uma reunião com a presença de Bolsonaro, do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), do ministro Ciro Nogueira (Casa Civil) e do ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), e outros integrantes do governo. Gilmar Mendes também foi diagnosticado com a doença quatro dias depois. A reunião foi realizada na residência oficial de Lira em um jantar em homenagem aos 20 anos da Gilmar Mendes no Supremo.

Em setembro do ano passado, Torres testou negativo para a covid-19 após acompanhar Bolsonaro em viagem a Nova York, nos Estados Unidos, para participar da Assembleia Geral da ONU (Organização das Unidas). Na ocasião, diversos integrantes da comitiva presidencial foram diagnosticados com a doença.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Subúrbio de Chicago está “em choque” após tiroteio no feriado do Dia da Independência dos Estados Unidos
Euro atinge o valor mais baixo em 20 anos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play