Terça-feira, 18 de junho de 2024

Município mais indígena do País tem metade da população com até 15 anos

O município de Uiramutã, ao Nordeste de Roraima, ocupa o topo da lista dos municípios com a população mais jovem do país: metade da população tem até 15 anos. Os dados são do Censo de 2022 divulgados nesta sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A idade mediana é a medida de separação que utiliza o critério de idade para dividir a população em duas partes iguais: 50% mais jovem e 50% mais velha. O cálculo a partir da mediana exclui extremos, como as pessoas de 99 ou 100 anos, por exemplo.

Localizado na tríplice fronteira do Brasil com a Venezuela e a Guiana e com uma área territorial de 8.113,598 km², Uiramutã é o 10º mais populoso entre os 15 municípios do estado, com uma população de 13.751 habitantes.

Além disso, a cidade é proporcionalmente a mais indígena do país. Ao todo, 96,60% da população uiramutansense se autodeclara indígena, ou seja, dos 13.751 habitantes, 13.283 habitantes são indígenas.

Desse número, 2.541 são crianças com idades de 0 a 4 anos, 2.292 moradores uiramutansense têm de 5 a 9 anos e 1.942 pessoas tem idades de 10 a 14 anos. As pessoas mais velhas do município — apenas duas — tem 100 anos.

Em números gerais, a cidade tem 5.456 moradores com idades de 20 a 100 anos. Para efeito de comparação, o número é menor do que o total de pessoas de 0 a 14 anos, sem incluir as pessoas de 15 a 19 anos, — 6.775 pessoas.

No recorte por sexo, a população masculina representa 51,3% da população do município. Ela é composta por 7.068 homens e 6.683 mulheres.

Estado mais jovem

Roraima também se destaca como o Estado com a maior população jovem do país, com base na idade mediana e o índice de envelhecimento, um dos indicadores demográficos da pesquisa. Ele aponta uma taxa de 17,4% um salto em comparação com o Censo de 2010, quando o índice do estado era 10,5%.

O Rio Grande do Sul se consagra como o estado com a maior idade mediana e índice de envelhecimento, 38 anos e 80,4%, respectivamente.

Em todo o Brasil, o índice de envelhecimento chegou a 55,2 em 2022, indicando que há 55 idosos para cada 100 crianças de 0 a 14 anos, de acordo com o IBGE. Em 2010, o índice de envelhecimento era menor: 30,7%.

Ranking geral

De acordo com o IBGE, as cidades com as medianas de idade mais jovens estão no Norte do país — três delas em Roraima. Nesse ranking, Uiramutã ficou a frente de Santa Rosa do Purus, a menor cidade do Acre, e Normandia, localizada ao Norte de Roraima, que apresentaram uma idade de 17 anos.

Na sequência estão os municípios de Jordão (AC), com mediana de 18 anos, Jutaí e São Paulo de Olivença, ambos no estado do Amazonas e com idade mediana de 19 anos, Amajari (RR) também com 19 anos e as cidades de Bagre e Melgaço, localizadas na Ilha de Marajó, no Pará, com 19 anos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Município mais indígena do País tem metade da população com até 15 anos

O município de Uiramutã, ao Nordeste de Roraima, ocupa o topo da lista dos municípios com a população mais jovem do país: metade da população tem até 15 anos. Os dados são do Censo de 2022 divulgados nesta sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A idade mediana é a medida de separação que utiliza o critério de idade para dividir a população em duas partes iguais: 50% mais jovem e 50% mais velha. O cálculo a partir da mediana exclui extremos, como as pessoas de 99 ou 100 anos, por exemplo.

Localizado na tríplice fronteira do Brasil com a Venezuela e a Guiana e com uma área territorial de 8.113,598 km², Uiramutã é o 10º mais populoso entre os 15 municípios do estado, com uma população de 13.751 habitantes.

Além disso, a cidade é proporcionalmente a mais indígena do país. Ao todo, 96,60% da população uiramutansense se autodeclara indígena, ou seja, dos 13.751 habitantes, 13.283 habitantes são indígenas.

Desse número, 2.541 são crianças com idades de 0 a 4 anos, 2.292 moradores uiramutansense têm de 5 a 9 anos e 1.942 pessoas tem idades de 10 a 14 anos. As pessoas mais velhas do município — apenas duas — tem 100 anos.

Em números gerais, a cidade tem 5.456 moradores com idades de 20 a 100 anos. Para efeito de comparação, o número é menor do que o total de pessoas de 0 a 14 anos, sem incluir as pessoas de 15 a 19 anos, — 6.775 pessoas.

No recorte por sexo, a população masculina representa 51,3% da população do município. Ela é composta por 7.068 homens e 6.683 mulheres.

Estado mais jovem

Roraima também se destaca como o Estado com a maior população jovem do país, com base na idade mediana e o índice de envelhecimento, um dos indicadores demográficos da pesquisa. Ele aponta uma taxa de 17,4% um salto em comparação com o Censo de 2010, quando o índice do estado era 10,5%.

O Rio Grande do Sul se consagra como o estado com a maior idade mediana e índice de envelhecimento, 38 anos e 80,4%, respectivamente.

Em todo o Brasil, o índice de envelhecimento chegou a 55,2 em 2022, indicando que há 55 idosos para cada 100 crianças de 0 a 14 anos, de acordo com o IBGE. Em 2010, o índice de envelhecimento era menor: 30,7%.

Ranking geral

De acordo com o IBGE, as cidades com as medianas de idade mais jovens estão no Norte do país — três delas em Roraima. Nesse ranking, Uiramutã ficou a frente de Santa Rosa do Purus, a menor cidade do Acre, e Normandia, localizada ao Norte de Roraima, que apresentaram uma idade de 17 anos.

Na sequência estão os municípios de Jordão (AC), com mediana de 18 anos, Jutaí e São Paulo de Olivença, ambos no estado do Amazonas e com idade mediana de 19 anos, Amajari (RR) também com 19 anos e as cidades de Bagre e Melgaço, localizadas na Ilha de Marajó, no Pará, com 19 anos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Cidades com penitenciárias lideram com maioria da população masculina
Brasil tem o menor número de crianças da História
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play