Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Na abertura da 24ª Expodireto Cotrijal, governador gaúcho ressalta iniciativas voltadas à irrigação

Durante a cerimônia de abertura da 24ª Expodireto Cotrijal, realizada nessa segunda-feira (4) em Não-Me-Toque (Norte do Estado), o governador Eduardo Leite ressaltou a necessidade de aperfeiçoamento das ações com foco na irrigação, bem como a importância de novas tecnologias para ampliar e qualificar a produção agropecuária com sustentabilidade ambiental.

Outro aspecto salientado pelo chefe do Executivo gaúcho foi a importância econômica da feira, uma das mais significativas da América Latina, com quase 600 expositores, venda de máquinas e implementos e viabilização de crédito por meio de instituições financeiras engajadas ao evento, que prossegue até a próxima sexta-feira (8).

No que tange à irrigação, Leite frisou a atuação do Estado em duas frentes para avançar no tema da irrigação, essencial para a resiliência da agricultura frente às mudanças climáticas: “De um lado, temos que ter financiamento, e, de outro, o respaldo da legislação que dê segurança jurídica para que os produtores tenham confiança em fazer os investimentos necessários. Estamos atuando nas duas frentes”.

Seu discuso também deu destaque recente lançamento da segunda etapa do programa “Supera Estiagem”, com destinação de R$ 213 milhões para subvenção de até R$ 100 mil ou 20% do valor de projetos de irrigação, o que deve gerar cerca de R$ 2 bilhões em investimentos na área. O objetivo é ampliar em até 35% a área irrigada no Rio Grande do Sul, nos próximos três anos.

Outras manifestações

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, apresentou medidas do governo federal em apoio aos produtores, com destaque para o Plano Safra Nacional, investimentos em ciência e tecnologia e obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em logística e transportes: “Juntos faremos da nossa agropecuária cada vez mais pujante e próspera para nossa economia e a qualidade de vida de todos”.

Presidente da Expodireto Cotrijal, Nei Manica definiu a feira como um ponto de convergência entre produtores e governos a fim de debater soluções para ampliar os sistema de irrigação no campo. E defendeu a equalização de dívidas de produtores e a necessidade de uma infraestrutura de ferrovias e outros modais de logística.

“Registro meu agradecimento especial ao governador do Estado, Eduardo Leite, por todas as demandas encaminhadas que o senhor atendeu sempre com muita sensibilidade. Muito obrigado e que tenhamos uma grande Expodireto”, finalizou Manica.

O presidente da Assembleia Legislativa gaúcha, Adolfo Brito, destacou que a bandeira do seu mandato à frente do Parlamento será o desenvolvimento da irrigação e da reservação de água, em estreita parceria com o Executivo estadual e demais esferas do poder público:

“Precisamos pensar juntos. Temos dificuldades e lacunas a superar na legislação, juntamente com o governo do Estado, que já está aportando recursos na irrigação, para que o agricultor possa plantar com a confiança de que terá água para sua produção. E esse fórum é ideal para que possamos avançar”.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Índia paga compensação financeira à turista brasileira vítima de estupro coletivo
Leilão de imóvel é suspenso pela Justiça gaúcha após fraude cometida por advogado
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play