Segunda-feira, 22 de abril de 2024

Na primeira reunião ministerial, Lula diz que o governo depende do Congresso

Em discurso na abertura da primeira reunião ministerial do seu governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou sobre a importância de o Executivo manter uma boa relação com o Congresso Nacional.

No início da sua fala, Lula disse que o governo não tem “um pensamento único” ou “uma filosofia única”. “Não somos um governo de pessoas iguais, somos um governo de diferentes”, declarou.

Dirigindo-se aos ministros, Lula disse: “Muitos de vocês são resultados de acordo político, já que não adianta ter o melhor corpo técnico e não ter um voto no Congresso”. “É o Congresso que nos ajuda, não mandamos no Congresso, dependemos dele”, prosseguiu.

O petista afirmou que “cada ministro tem que ter a paciência e a grandeza de atender bem cada deputado ou cada senador que o procurar”. Lula disse que não quer que nenhum parlamentar recuse dar seu voto em favor do governo porque não foi bem recebido pelos ministros ou porque não recebeu “nem um cafézinho ou uma água”.

“Não tem importância que você divirja de um deputado ou de um senador, quando a gente vai conversar não estamos propondo um casamento, estamos propondo bater um martelo ou fazer uma aliança momentânea para um assunto que interessa ao povo brasileiro”, declarou Lula.

Ele também pregou a união dentro do governo para acabar com as “brigas familiares” e disse que a sua gestão terá uma tarefa “árdua”, mas “nobre” pela frente. “Nossa tarefa é uma tarefa árdua, mas é uma tarefa nobre. A gente vai ter que entregar esse País melhor.”

Presidente se reuniu com todos os ministros pela primeira vez desde que assumiu a Presidência pela terceira vez. (Foto: Reprodução de TV)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Verão 2023: Rio Grande do Sul tem dois pontos impróprios para banho
Produção de veículos cresce 5,4% no acumulado de 2022, afirma entidade que representa o setor
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play