Domingo, 16 de junho de 2024

Noiva de Cristiano Ronaldo mostra coleção de carros do craque em sua série da Netflix

Desde a última semana em cartaz no Netflix, a série documental “Eu, Georgina” mostra a rotina de Georgina Rodríguez, noiva de Cristiano Ronaldo, e de sua família. Não é segredo que o craque português é apaixonado por automóveis de luxo e alta performance: durante as filmagens para a plataforma de streaming, pudemos dar uma olhadinha em sua garagem recheada de carrões.

A modelo e influencer argentina de 28 anos conta como sua vida mudou desde que começou a namorar o atleta, quando ia trabalhar de ônibus em uma loja da Gucci como vendedora e Ronaldo ia buscá-la de Bugatti. Hoje ela vive uma vida de rainha ao lado do noivo e dos quatro filhos – que logo serão seis, já que ela está grávida de gêmeos.

Ao mostrar seus compromissos, porém, Georgina revela mais detalhes sobre a coleção de carros avaliada em US$ 20 milhões de dólares (equivalente a 105,7 milhões de reais) do jogador, além de mostrar seus dois aviões particulares – um deles é o Gulfstream G200 no qual ele voou de Zurique (Suíça) a Manchester (Inglaterra) após receber o prêmio de “Maior Artilheiro de Seleções da História” da Fifa, em meados de janeiro.

Entre os carros mostrados na série, que ficam na garagem de sua mansão de cerca de 35 milhões de reais, em Madrid (Espanha), estão um Bugatti Veyron e um Chiron, uma Ferrari 599 GTO, um McLaren Senna e um MP4-12C, um Lamborghini Aventador, um Rolls-Royce Phantom conversível e um Cullinan, um Mercedes SLS AMG e um G 63 Brabus, que foi presente de Georgina.

E estes não são os únicos modelos de CR7. Desde o fim das gravações, o astro do Manchester United ainda adicionou novos “brinquedos” à sua coleção, como um Bentley Flying Spur, uma Ferrari Monza SP2, um Lamborghini Urus e um Aston Martin DBX.

Loja  fechada

O craque diversificou os seus negócios fora dos campos, porém, nem todos se mantém de pé. Recentemente, o português fechou as portas das lojas CR7 que tinha em Lisboa e na marina de Vilamoura, já que os locais tiveram vendas abaixo do esperado.

Agora foi a vez do estabelecimento principal, localizado na Ilha da Madeira e que era tocado por sua irmã Elma Aveiro. Para tentar evitar especulações, a própria anunciou o encerramento das atividades, por meio das redes sociais.

“Projetos muito grandes em andamento, muita energia investida, tempo, carinho e o amor da minha família. Como o tempo não é suficiente para tudo e como a vida é feita de etapas, ao fim de 15 anos decidi encerrar um capítulo da minha vida. Não foi uma decisão fácil porque foi aqui que começou o meu sonho”, expressou ela, mostrando as prateleiras já vazias do estabelecimento. “Muitas memórias, passagens e momentos que ficarão marcados para sempre nesta página que vou guardar no meu coração”, acrescentou.

Com suas palavras, Elma tentou deixar claro que a decisão decorre de uma agenda lotada, já que a irmã de Ronaldo teria embarcado em vários projetos, incluindo design de joias e a promoção de uma marca de champanhe que lançou em homenagem ao irmão quando atingiu 777 gols.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Cocaína envenenada mata quase 20 pessoas na Argentina
Cinco motivos para assistir ao novo Batman, com Robert Pattinson
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play